Com quatro casos já confirmados em Manaus, FVS instala Sala de Resposta Rápida para Surto de Sarampo no Estado

48

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), órgão da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), instalou, na manhã deste sábado (24/03), a Sala Estadual de Resposta Rápida para Surto de Sarampo. De acordo com o diretor-presidente da FVS-AM, Bernardino Albuquerque, as ações definidas na Sala visam monitorar a vigilância, prevenção e controle da doença em todo o Estado. Nesta sexta-feira, foram confirmados quatro casos de sarampo em Manaus, entre os 32 que estavam sendo tratados como suspeitos.

Com quatro casos já confirmados em Manaus, FVS instala Sala de Resposta Rápida para Surto de Sarampo no Estado / FOTO: DIVULGAÇÃO/FVS
Com quatro casos já confirmados em Manaus, FVS instala Sala de Resposta Rápida para Surto de Sarampo no Estado / FOTO: DIVULGAÇÃO/FVS

A estratégia da Susam e FVS-AM é reforçar a vacinação na capital e interior e preparar toda a rede de saúde para detecção e encaminhamento dos casos para tratamento imediato. O secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, pediu tranquilidade à população, mas ressaltou a responsabilidade de todos com a vacinação, única forma de prevenção da doença. Segundo ele, os postos de saúde estão abastecidos na capital e no interior, com o reforço de mais de 180 mil doses solicitadas e enviadas ao estado pelo Ministério da Saúde, desde o surgimento dos primeiros casos em Boa Vista (RR).

“Estamos mantendo a vigilância permanente nos municípios e atentos ao surgimento de algum caso. Neste momento, é muito importante reforçar a prevenção, com a vacinação para as pessoas na faixa etária preconizada pelo Ministério da Saúde”, disse o secretário.

Medidas intensificadas – Bernardino Albuquerque explica que as medidas de prevenção foram intensificadas, no Estado, antes da confirmação do primeiro caso na capital. “Os trabalhos seguem em ritmo acelerado. Estamos trabalhando integrados, Susam, Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de Manaus e dos demais municípios, junto com o Ministério da Saúde, na vigilância, assistência e prevenção, reforçando, principalmente, a necessidade de vacinação. A vacina está disponível na rede básica de saúde da capital e do interior e estamos indo fazer a vacinação de bloqueio nas áreas onde os casos foram identificados”, disse Bernardino Albuquerque, que coordena a Sala Estadual de Resposta Rápida para Surto de Sarampo.

Composição da Sala – A Sala é composta por representantes da FVS-AM, Susam, Laboratório Central e do Ministério da Saúde. O órgão federal disponibilizou três técnicos de vigilância epidemiológica, imunização e de diagnóstico laboratorial, da Secretaria de Vigilância em Saúde. Além destes, participam também o Centro de Informações Estratégicas de Saúde (CIEVS), do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE), Gerência de Imunização (GEIN), Comissão Estadual de Controle e Infecção em Serviços de Saúde (CECISS), Núcleo de Vigilância Epidemiológica (NEV), Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) e Assessoria de Comunicação (Ascom).

Segundo Bernardino Albuquerque, as ações estão sendo feitas para que os impactos na capital sejam pontuais e não ultrapassem as regiões onde os casos foram detectados – a maioria na zona norte da cidade –, bem como não cheguem ao interior do Estado.

Interior – Entre as ações de Monitoramento, Prevenção e Controle do Sarampo, definidas na reunião deste sábado, está o treinamento sobre doenças exantemáticas com os núcleos de vigilância de todos os municípios do entorno de Manaus, os de fronteira e também com os Distritos de Saúde Indígenas (Dseis). Nesta segunda-feira, será com os núcleos de vigilância da Secretaria Municipal de Saúde de Iranduba.

Videoconferência – Na terça-feira (27/03), às 17h, a FVS-AM realiza uma videoconferência sobre Sarampo, com os secretários municipais de Saúde, coordenadores de vigilância em saúde e de imunização dos 61 municípios do interior do Amazonas. O objetivo da transmissão é reforçar as orientações referentes à Nota Técnica nº 9/2018, que destaca a importância da vacinação contra o sarampo, como principal medida de prevenção da doença.

Casos Confirmados – A FVS-AM confirmou os primeiros 04 casos positivos de sarampo em Manaus. Os exames foram realizados no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-FVS) e, seguindo o protocolo do Ministério de Saúde, as amostras positivas foram encaminhadas para o Laboratório de Referência da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro. O laboratório da Fiocruz realizou tanto a sorologia quanto a confirmação pelo exame (PCR), determinando a positividade para sarampo.

As amostras eram de três crianças menores de um ano e uma adulta, mãe de uma das crianças. Todos receberam tratamento na Fundação de Medicina Tropica Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e já tiveram alta. A FVS-AM reforça que os pacientes não oferecem mais risco de transmissão.

Balanço – Manaus tem 32 casos notificados, destes, 04 confirmados, 01 descartado e 27 seguem em investigação epidemiológica.

Com quatro casos já confirmados em Manaus, FVS instala Sala de Resposta Rápida para Surto de Sarampo no Estado / FOTO: DIVULGAÇÃO/FVS
Com quatro casos já confirmados em Manaus, FVS instala Sala de Resposta Rápida para Surto de Sarampo no Estado / FOTO: DIVULGAÇÃO/FVS

____________________________

Roseane Mota/ Lúcio Pinheiro

Secretaria de Estado da Saúde – SUSAM

Assessoria de Comunicação

(92) 98407-1699

[email protected]

Comentários