Compressas reutilizadas são encontradas pelo MP em hospital no AM

127

Fiscalização foi realizada em cinco unidades básicas e um Hospital Regional.

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) durante uma fiscalização realizada nesta semana em cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS) e no Hospital Regional Raimunda Lobato Ferreira localizado em Urucará, município a 260 km de Manaus, constatou que o número de médicos é insuficiente e que existem extintores de incêndio fora da validade, além de encontrar compressas cirúrgicas que foram reaproveitadas.

Entre as irregularidades encontradas, estão a falta de equipamentos e materiais de suporte à vida, como encubadoras, número insuficiente de médicos e enfermeiros, ausência de farmacêutico, além de condições inadequadas no armazenamento de bolsas de sangue.

Ainda segundo o MPE, foi constatado o reaproveitamento de compressas cirúrgicas, que deveriam ser descartadas após o uso, e a utilização de saneantes domésticos para a limpeza do hospital.

O Ministério informou em nota que uma promotora de Justiça acompanhou a inspeção, que recebeu apoio da Fundação de Vigilância Sanitária (FVS), Conselhos Regionais de Farmácia, Medicina, Enfermagem, entre outros.

 (Foto: Divulgação/MPE-AM)
(Foto: Divulgação/MPE-AM)

Fonte: G1 Amazonas

Comentários

Receba nossas atualizações em seu e-mail: