Home Notícias Amazonas Confira a situação epidemiológica da Covid-19 no Amazonas neste domingo (31/01)

Confira a situação epidemiológica da Covid-19 no Amazonas neste domingo (31/01)

4 min - tempo de leitura
223

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), por meio do Boletim Diário de Covid-19, edição de nº 303, traz o diagnóstico de 1.400 mil novos casos de Covid-19, totalizando 267.394 casos da doença no Estado.

Conforme o boletim, foram confirmados 99 óbitos por Covid-19, sendo 59 ocorridos no dia 30/01 e 40 óbitos foram encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 8.117 o total de mortes.

Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, neste sábado (30/01), foram registrados 80 sepultamentos por Covid-19. O boletim acrescenta ainda que 32.673 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas pelas secretarias municipais de saúde, o que corresponde a 12,22% dos casos confirmados ativos.

Rede de Assistência – Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 2.069 pacientes internados, sendo 1.358 em leitos (416 na rede privada e 942 na rede pública), 625 em UTI (282 na rede privada e 343 na rede pública) e 86 em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Há ainda outros 576 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 482 estão em leitos clínicos (139 na rede privada e 343 na rede pública), 66 estão em UTI (46 na rede privada e 20 na rede pública) e 28 em sala vermelha.

Banco de dados – O boletim diário é construído com as informações disponibilizadas diariamente pelas prefeituras municipais, todos os dias da semana, incluindo fins de semana e feriados.

A consolidação dos casos notificados no Amazonas é realizada pela FVS-AM a partir de informações obtidas em três sistemas: e-SUS Notifica, Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe) e o Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL), até às 10h de cada dia. Em Manaus, foram notificados 336.081 casos, enquanto no interior do Estado, o número chega a 320.262.

Ao todo, seis municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim. São eles: Atalaia do Norte, Barcelos, Manicoré, Novo Aripuanã, São Sebastião do Uatumã e Tapauá.

Municípios – Dos 267.394 casos confirmados no Amazonas até este domingo (31/01), 120.160 são de Manaus (44,94%) e 147.234 do interior do estado (55,06%).

Além da capital, os 61 municípios têm casos confirmados: Coari (8.821); Parintins (8.001); São Gabriel da Cachoeira (6.150); Tefé (6.000); Manacapuru (6.163); Humaitá (5.844); Carauari (4.950); Iranduba (5.408); Presidente Figueiredo (4.798); Lábrea (4.555); Itacoatiara (4.303); Barcelos (3.584); Careiro (3.418); Ipixuna (3.207); Eirunepé (3.176); Rio Preto da Eva (3.135); Maués (2.997); Tabatinga (2.685); Santa Isabel do Rio Negro (2.518); São Paulo de Olivença (2.398); Manicoré (2.301); Boca do Acre (2.177); Benjamin Constant (2.143); Itapiranga (2.238); Autazes (2.060); Nova Olinda do Norte (2.058); Atalaia do Norte (2.042); Alvarães (2.017); Pauini (1.843); Urucurituba (1.885); Barreirinha (1.776); Maraã (1.715); Tapauá (1.585); Beruri (1.652); Anori (1.567); Santo Antônio do Içá (1.405); Anamã (1.420); Novo Airão (1.402); Amaturá (1.372); Uarini (1.361); Fonte Boa (1.260); Urucará (1.267); Envira (1.251); Borba (1.182); Nhamundá (1.180); Novo Aripuanã (1.123); Guajará (1.104); Manaquiri (1.075); São Sebastião do Uatumã (1.004); Silves (987); Canutama (862); Tonantins (809); Jutaí (827); Juruá (749); Apuí (766); Japurá (709); Boa Vista do Ramos (703); Careiro da Várzea (674); Itamarati (611); Caapiranga (492) e Codajás (469).

Óbitos – Entre pacientes em Manaus, há o registro de 5.575 óbitos confirmados em decorrência do novo coronavírus. No interior, são 61 municípios com óbitos confirmados até o momento, totalizando 2.542.

A lista inclui Manacapuru (245); Parintins (196); Itacoatiara (168); Coari (155); Tefé (128); Iranduba (103); Tabatinga (97); Humaitá (89); São Gabriel da Cachoeira (77); Maués (62); Presidente Figueiredo (70); Autazes (56); Lábrea (52); Benjamin Constant (51); Nova Olinda do Norte (48); Manicoré (44); Careiro (48); Barcelos (41); Rio Preto da Eva (43); Borba (37); São Paulo de Olivença (39); Barreirinha (35); Urucará (34); Santo Antônio do Içá (33); Alvarães (30); Santa Isabel do Rio Negro (31); Manaquiri (28); Carauari (29); Fonte Boa (26); Tonantins (25); Anori (22); Novo Airão (22); Beruri (23); Nhamundá (21); Jutaí (21); Boca do Acre (18); Itapiranga (18); Novo Aripuanã (18); Guajará (18); Urucurituba (20); Tapauá (17); Uarini (16); Eirunepé (17); Ipixuna (13); Pauini (13); Caapiranga (15); Apuí (15); Codajás (12); Silves (16); Amaturá (10); Boa Vista do Ramos (11); Maraã (11); São Sebastião do Uatumã (10); Juruá (9); Canutama (8); Itamarati (7); Careiro da Várzea (6); Atalaia do Norte (5); Japurá (5); Anamã (3) e Envira (2).

Avaliação de Risco Covid-19 – As fases da situação epidemiológica da Covid-19 no Estado estarão representadas nas cores do cabeçalho do Boletim Diário de Casos de Covid-19 no Amazonas (boletim técnico).

Para cada nível de risco, há uma fase de ativação do plano de contingência, a qual estabelece medidas restritivas de atividades comerciais e sociais, de acordo com o Plano de Contingência Estadual. Com a somatória de 39 pontos, o Amazonas encontra-se na fase roxa, que corresponde à classificação máxima de risco para transmissão da Covid-19.

Alerta à população – O uso da máscara, manter a distância entre as pessoas, lavagens das mãos com água e sabão ou a utilização de álcool em gel a 70%, são recomendações consideradas fundamentais no controle da circulação do novo coronavírus, que causa Covid-19 e continua presente no estado.

Referência – A FVS-AM é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas e atua no monitoramento de doenças no Estado. A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus.

Um trabalhador do Funeral SOS da cidade de Manaus, vestindo roupas de proteção, observa antes de remover o caixão de Amadeu Garcia da Silva, 80 anos, de sua casa, em meio ao surto de doença por coronavírus (COVID-19), em Manaus, Brasil 29 de abril de 2020. A placa diz: “Tudo vai ficar bem”.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Governador Wilson Lima realiza entrega de ajuda humanitária para famílias de Boca do Acre

O governador Wilson Lima realizou, neste sábado (27/02), a entrega da ajuda humanitária a …