Especial 162 anos de Tefé: Conheça a cidade de Tefé, o coração da Amazônia

440

A cidade de Tefé está inserida no corredor turístico do rio Amazonas, distante 523 km de Manaus em linha reta.

Uma das portas de entrada do município é a Reserva Mamirauá, considerada pela Unesco patrimônio natural da Humanidade. Por conta da grande concentração de castanheiras, Tefé é conhecida como a terra da castanha.

Pousada flutuante Uacari????, ela deverá ser em breve gerenciada integralmente pela comunidade do entorno. Está localizada dentro da reserva de desenvolvimento sustentável Mamirauá. Ambiente rustico, simples, quartos amplos, banheiro e varandas.
Pousada flutuante Uacari????, ela deverá ser em breve gerenciada integralmente pela comunidade do entorno. Está localizada dentro da reserva de desenvolvimento sustentável Mamirauá. Ambiente rústico, simples, quartos amplos, banheiro e varandas.

O município possui grandes áreas de cultivo da mandioca para produção de farinha, conhecida como a “Farinha do Uarini”, são produzidas toneladas de farinha de mandioca para abastecer a cidade de Manaus.

Dentre os pontos turísticos destacam-se o Seminário São José, local de formação e educação de jovens. O prédio é uma construção antiga que se tornou patrimônio histórico.

Seminário de São José em Tefé. Ao longo dos anos, o Seminário de Tefé tornou-se local de formação, cultura e educação de jovens não só da área da Prelazia de Tefé. / Foto : Marcus Pessoa - NoAM
Seminário de São José em Tefé. Ao longo dos anos, o Seminário de Tefé tornou-se local de formação, cultura e educação de jovens não só da área da Prelazia de Tefé. / Foto : Marcus Pessoa – NoAM

O Lago de Tefé encanta com beleza e paisagem de encher os olhos, cercado de praias na época da seca do rio, o entardecer visto no local é deslumbrante.

Na Comunidade da Missão, é praticamente o lugar onde nasceu Tefé, e se tem a oportunidade de contemplar o lago das vitórias-régias, local muito apreciado pela beleza natural. O passeio de barco ou de canoa nos igarapés da região é super indicado.

O turista encontra hotéis, moteis e pousadas em diferentes partes da cidade. A culinária da região é rica em peixes, com pratos como a caldeirada de pirarucu no leite de castanha e pirapitinga ou tambaqui assado no forno.

Na Floresta Nacional (Flona) de Tefé. Durante a visita o grupo explorou a trilha inédita da Comunidade Bom Jesus, que conserva uma floresta tropical nativa de gigantesca biodiversidade, além de conhecer as populações tradicionais que residem dentro e no entorno da unidade.

As principais atividades econômicas da Flona são a agricultura de subsistência (farinha de mandioca, o extrativismo de castanha do Brasil), agora a comunidade busca cursos de qualificação e aprimoramento para atender a demanda do turismo.

Para chegar a Tefé, embarcações confortáveis do estilo de ônibus interestaduais oferecem o translado saindo de Manaus, com preços que variam entre R$ 200 a R$ 250 por pessoa. Já nos barcos de estilo amazônico com redes de dormir ou camarotes, com beliche, ar condicionado e banheiro, a passagem fica entre R$ 100 a R$ 120 (nas redes) e R$ 300 a R$ 450 (camarotes). Também é possível chegar de avião a partir de R$ 400,00.

Os municípios que fazem limites com Tefé, são: Uarini; Alvarães; Coari; Tapauá
População: 62.230 (2016)
Área territorial de 23.692,223 km².
Tempo: 24 °C, vento NE a 3 km/h, umidade de 96%
Prefeito: Normando Bessa de Sá (PMN) e Vice Prefeito Jean Robson (PT); (2017–2020)

Comentários

comentários