Conheça as primeiras vítimas identificadas no Ninho do Urubu e o amazonense que ‘escapou’ do incêndio

O incêndio ocorreu no fim da madrugada desta sexta-feira (8), no centro de treinamento do Clube de Regatas do Flamengo (Ninho do Urubu), na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Dez morreram e três estão internados com queimaduras.

Entre os mortos pelo incêndio estão:

  • Christian Esmério
  • Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, que faria 15 anos um dia após o incêndio
  • Outras 8 mortes estão confirmadas, porém os nomes ainda não foram divulgados para que as famílias sejam avisadas antes.

Christian Esmério, era goleiro das categorias de base do Flamengo. Em abril de 2018, ele postou uma foto nas redes sociais de uma conquista no  clube.

Foto: Reprodução/FaceBook
Foto: Reprodução/FaceBook

Arthur Vinicius, morava com a família em Volta Redonda e completaria 15 anos no sábado (9). A família foi notificada e está a caminho do Rio, de acordo com informações da TV Rio Sul.

Foto: Reprodução/FaceBook
Foto: Reprodução/FaceBook

Feridos:
Cauan Emanuel Gomes Nunes, 14 anos
Francisco Diogo Bento Alves, 15 anos
Jhonatan Cruz Ventura, 15 anos, em estado grave

Cauan Emanuel – em 2017, chegou a disputar o Campeonato Cearense pelo time Santa Cruz e o Campeonato Futsal Colegial, pelo Salomé Bastos e Falcões da Vila, de Fortaleza. O jogador cearense está há três anos no Rio e, desde o ano passado, joga no Flamengo, disputando os campeonatos da categoria de base.

Jhonatan Ventura – teve 40% do seu corpo queimado e está internado em estado mais grave. Ele é natural de Vila Velha (ES), atua como zagueiro no time de base. Por volta das 9h45, ele passava por uma cirurgia no Hospital Lourenço Jorge, e depois será transferido para o Hospital Pedro II, referência no tratamento de queimados.

Francisco Diogo – é goleiro da base rubro-negra e, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, está fora de perigo.

Foto: Reprodução/FaceBook
Foto: Reprodução/FaceBook

Manauara por pouco não foi vítima do incêndio no Ninho do Urubu

O incêndio desta sexta-feira, por pouco não fez ainda uma vítima amazonense. Ryan Matheus, 15 anos, jogador do sub-15 do Flamengo, decidiu não ficar no alojamento como faz comumente desde que chegou no clube em Julho de 2018.

Sua mãe insistiu na noite anterior, para que fosse para casa e chamou um motorista de aplicativo para buscá-lo. Ryan agradece à Deus pelo livramento, mas se lamenta muito pela perda de seus companheiros.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O jogador começou a jogar futebol com 7 anos no Sesi-Clube do Trabalhador e se consagrou como destaque na Copa Roraima de Futebol Sub-15, pela seleção amazonense. Quando parte de sua família decidiu morava em Xerém, interior do Rio de Janeiro, um olheiro do flamego o indicou para o clube.

 

Comentários