Conheça Lábrea a Princesinha do Purus

3619

Talvez você não saiba, mas o município de Lábrea está inserido no bioma amazônico. Nele há algumas unidades de conservação, a exemplo exemplo RESEX Médio Purus e Reserva Extrativista (Resex) Rio Ituxi mantido com parceria com o Instituto Chico Mendes e o seringal Novo Encanto.

A cidade de Lábrea está localizada no rio Purus, entre os municípios de Canutama e Pauini. O acesso ao município se dá através de três modalidades de transporte: rodoviário, fluvial ou aéreo.

O meio de transporte aéreo é, evidentemente, o mais rápido. Mas não há vôos diários. A freqüência dos vôos é de duas vezes na semana. Um fator que dificulta o acesso a essa modalidade é o alto custo da passagem. Fato também comum na região amazônica. Uma passagem aérea de Manaus para Lábrea custa entre 600 e 700 reais. Atualmente uma única companhia aérea opera nessa rota, a TRIP Linhas Aéreas.

No transporte rodoviário, a ligação com Humaitá via BR230 facilita o acesso ao resto do país. É também via Humaitá que é feita a ligação de Lábrea com a capital, Manaus, através da BR319.

Mas a BR319 está em péssimas condições de trafegabilidade. Mesmo assim existe ônibus fazendo o percurso Manaus-Humaitá-Lábrea diariamente.

Entrada de Lábrea
Entrada de Lábrea

A modalidade fluvial é a mais utilizada pela população. São 8 barcos que fazem o percurso, revezando nos dias da saída para melhorar a distribuição da carga transportada.

Não há terminal portuário, nem porto flutuante. As condições dos serviços portuários não condizem com cidades daquele porte. Os barcos e balsas descarregam mercadorias num improviso inacreditável.

A viagem de barco de Manaus a Lábrea dura em média 7 dias. No percurso o barco faz escala em Beruri, Tapauá e Canutama. O tempo elevado da viagem é por causa das curvas e mais curvas que faz o rio purus.

Diferentemente de muitas cidades do interior, Lábrea concentra a maior parte da população na sede do município, devido à estrutura robusta da cidade, que tem um comércio forte, oferece produtos diversos oriundos não só de Manaus, mas de toda parte do Brasil, via BR230/BR319. É comum nos finais de semana, a presença de caminhões com frutas e hortaliças, vindos de Humaitá e Porto Velho.

Praça da Catedral
Praça da Catedral – Foto : Edmar Barros

Também não há terminal rodoviário. Os ônibus que percorrem a BR230 em direção a Humaitá, utilizam as frentes das residências ou imóveis comerciais como garagem, e é de lá que saem diariamente.

O aeródromo tem boa estrutura para pouso e decolagem, mas sem controle local da Infraero.

Lábrea é também a cidade natal de uma das figuras políticas mais importantes de toda a história do Amazonas. Gilberto Mestrinho nasceu numa rua que atualmente é conhecida como “Morro da Catita. Hoje a casa não mais existe. Mas os moradores se orgulham de morar na mesma rua onde o “Professor Gilberto” nasceu.

Catedral  de Nossa Senhora de Nazaré
Catedral de Nossa Senhora de Nazaré

As homenagens ao político estão limitadas a uma escola que leva o seu nome e que fora inaugurada durante seu último mandato de governador quando criou um modelo de escolas estaduais conhecido como GM.

Comentários

comentários

Loading...