Conheça o prato Canhapira: um delicioso pernil assado com tucumã

Uma das delícias da região norte é o tucumã. Fruto amazônico apreciado em todos os Estados da Região Norte, o tucumã é incorporado em uma receita típica da Ilha de Marajó o Canhapira, Canhaíra ou Cunhapira.  Este prato típico da ilha marajoara, faz parte da tradição da cidade de Cachoeira do Arari; situada na Ilha de Marajó, a pouco mais de 120 km de Belém.

Canhapira / Fonte : Canhapira (foto https://come-se.blogspot.com.br/2014/07/oleo-de-tucuma-nao-oleo-de-bicho-de.html)

Como fazer a Canhapira?

A base da Canhapira é o fruto do tucumanzeiro, que perfuma e colore a receita, que é um tipo de feijoada marajoara feito com carne de boi, ou de porco, acrescida de vinho de tucumã.

Receita

A receita que utilizaremos aqui é a receita ensinada por Jerônima Brito, da Fazenda São Jerônimo (Soure, Ilha do Marajó – PA) e distribuída no site do Estadão pela Neide Rigo

Ingrediente para 6 porções

  • 1,5 kg de pernil de porco
  • 2 colheres (chá) de sal
  • 1 pitada de pimenta-do-reino
  • 2 dentes de alho socados
  • 3 colheres (sopa) de suco de limão
  • 2 colheres (sopa) de óleo
  • 2 xícaras de vinho de tucumã (lascas de tucumã batidas com água suficiente para fazer um suco que deve ser peneirado)
  • Folhas de ervas (cipó-de-alho ou manjericão a gosto)

Preparo

  1. Tempere o pernil com sal, pimenta, o alho e o suco de limão. Coloque dentro de uma vasilha, tampe e deixe pegando o tempero na geladeira de um dia para outro.
  2. Refogue o pernil numa panela com óleo. Depois, cubra com água quente e deixe cozinhar em fogo baixo, repondo a água se for preciso, até a carne ficar macia e a água secar. Deixe dourar dos dois lados, retire da panela, corte em pedaços e devolva.
  3. Despeje o vinho de tucumã e as ervas que for usar e cozinhe em fogo baixo por alguns minutos para incorporar os sabores. Prove o sal, corrija se necessário.

A carne é assada lentamente na brasa, tal procedimento é chamado de moqueamento. Após o cozimento, a carne é mergulhada no vinho da fruta para realçar o sabor; além de garantir mais suculência à receita.

A iguaria estava à beira do desaparecimento na Ilha do Marajó, onde surgiu. Os marajoaras tiveram a ideia de organizar anualmente um festival do tucumã para resgatar os pratos típicos da região; fazendo com que se perpetuassem pelas próximas gerações tal tradição.

Existem outros pratos feitos com a bebida que o caboclo amazônico chama de vinho; que é preparado com a fruta macerada com água, ou seja, com o suco concentrado da fruta. As receitas sempre são acompanhadas com farinha, tacacá e maniçoba, que juntas forma um prato bem exótico.

A região amazônica possui uma diversidade de alimentos e receitas que despertam a curiosidade de seus visitantes, que ficam maravilhados com sua culinária e criatividade.

Canhapira / Foto : Neide Rigo / Estadão
Canhapira / Foto : Neide Rigo / Estadão

Comentários