Conheça os 5 principais pontos turísticos de Novo Airão

430

Hoje a cidade de Novo Airão completa 63 anos. A cidade que tem toda uma origem marcada por uma lenda. Hoje, o município que fica distante a 180 km de Manaus, é famoso por possuir a Estação Ecológica de Anavilhanas, um dos maiores arquipélagos fluviais do mundo, com cerca de 400 ilhas, centenas de lagos, rios e igarapés – todos ricos em espécies de vegetais e animais. O local é o paraíso dos biólogos e ecologistas, estando hoje incorporado ao Parque Nacional de Anavilhana.

Nesta publicação, separamos os 5 principais pontos turísticos da cidade de Novo Airão para que você possa aproveitar bem as suas férias de fim de ano!

Parque Nacional de Anavilhanas

Lugar espetacular! A começar pelo Rio Negro, uma atração maravilhosa! 22km de largura com 400 ilhas!! Visual diferente em cada curva que os barcos vão percorrendo pelos Paranas, canais e lagos! Quase nenhum mosquito. Muito verde mas pouca fauna! Não espere uma quantidade de animais muito abundante!! Mas as caminhadas pelos agapos e pela nata são divinas!

Parque Nacional de Anavilhanas / Foto de viajante enviada por: Zefla (nov de 2018)
Parque Nacional de Anavilhanas / Foto de viajante enviada por: Zefla (nov de 2018)

Flutuante dos Botos Cor de Rosa

Os botos são livres, mas acostumados com o pessoal do flutuante, que inclusive cuida deles quando estão doentes ou machucados. É basicamente a única forma de conhecer um boto cor de rosa, já que as chances de vê-los no rio é mínima.

Por isso, quem for a Novo Airão não pode deixar de visitar o flutuante dos botos. Neste passeio a gente tem a oportunidade de ficar bem pertinho deles e entender um pouco mais de como eles vivem. Indico o passeio mesmo que já tenha tido interação com os botos antes.

Flutuante dos Botos Cor de Rosa / Foto de viajante enviada por: Jarlan C (set de 2018)
Flutuante dos Botos Cor de Rosa / Foto de viajante enviada por: Jarlan C (set de 2018)

Parque Nacional do Jaú

Natureza pura na veia. Ótimo controle feito na entrada do parque nacional, logo na chegada pelo rio Jahu. A exuberância da natureza e da floresta é de impressionar qualquer um. Trilhas com destino final em cachoeiras ou igarapés deslumbrantes. É necessário um guia autorizado pelo parque e o transporte só pode ser feito por pequenas embarcações.

O parque nacional do Jaú é um lugar lindo, exótico, exuberante. Amazônia real e autêntica. Quem já foi sabe do que eu estou falando.

Parque Nacional do Jaú
Parque Nacional do Jaú / Foto de viajante enviada por: 1Sam39 (ago de 2014)

 

Velho Airão

Esta antiga vila que um dia serviu de residência para um dos “coronéis de barranco” (negociantes de borracha), hoje totalmente em ruínas. É interessante ver o domínio da Natureza sobre construções de menos de 100 anos. Alguns lugares já estão totalmente ocultos pela vegetação. A única pessoa que cuida do local é um japonês chamado Nakayama. Sua história de vida é fantástica. O acesso é a partir de Novo Airão e leva umas 3 horas.

Vale a pena caminhar entre as casas abandonadas e tomadas pela floresta de Velho Airão. Algo muito diferente de qualquer coisa que eu já tinha visto. Parece cenário de filme.

Velho Airão / Foto de viajante enviada por: Christoph B (nov de 2016)
Velho Airão / Foto de viajante enviada por: Christoph B (nov de 2016)

Galeria Jirau e artes café

Novo Airão realmente é um lugar surpreendente, uma galeria de arte bem no meio da Floresta Amazônica! Quem poderia esperar encontrar algo assim, desse nível e ainda por cima, com obras de arte tão maravilhosas? Recomendo a visita e as obras para aquisição, são belíssimas. Um local para inspiração.

Arte regional de alto nível. Móveis, marchetaria e belas pinturas organizadas num espaço à beira do Rio Negro, com vista para o arquipélago de Anavilhanas.

Vale muito apenas conferir os lindos artesanatos feitos pela população local, com bons preços e várias opções.

Galeria Jirau e artes café / Foto de viajante enviada por: ruyctone (mai de 2017)

 

Comentários