Conheça os benefícios de jucá para a saúde

94

Algumas pessoas dizem que jucá serve para emagrecer, porém, não encontramos informações seguras a respeito de pesquisas que nos levem a concluir que consumir jucá emagrece. Logo, não temos como determinar que isso realmente aconteça.

Entretanto, se supormos que uma pessoa utilize o chá de jucá feito sem açúcar, o que fará com que a bebida não tenha muitas calorias, algumas vezes por semana no lugar de uma bebida calórica, cheia de açúcar e com poucos nutrientes, como refrigerantes e sucos artificiais, por exemplo, ela certamente terá uma diminuição no seu consumo calórico, o que é útil dentro de um processo de perda de peso.

Isso resolve o problema? Não, apenas dá uma ajuda. Precisamos lembrar que nenhuma planta medicinal ou qualquer outro tipo de produto é capaz de promover sozinha o emagrecimento, como em um passe de mágica . Quem deseja e/ou necessita perder peso deve seguir uma dieta saudável, nutritiva, equilibrada e controlada, que seja focada nesse sentido. Também vale a pena praticar atividades físicas com frequência, tendo em vista que isso maximiza a queima de calorias.

Além disso, alertamos aqui que não estamos dizendo para você tomar o chá de jucá o dia inteiro e colocá-lo no lugar de todas as suas bebidas – ele é apenas uma alternativa que pode ser usada uma vez ou outra para diminuir o consumo de calorias. Até porque, como você irá conferir abaixo, o seu uso excessivo não é recomendado e pode prejudicar a saúde.

Para que serve – Os benefícios do Jucá

Agora que já vimos se o jucá emagrece ou não, vamos conhecer alguns dos benefícios que já foram atribuídos à planta medicinal. Confira quais são eles na lista a seguir:

– Propriedades do Jucá

A erva apresenta propriedades adstringentes, antidiarreicas, cicatrizantes, sedativas, tônicas, anti-inflamatórias, afrodisíacas, antissépticas e expectorantes.

– Sono

Se a planta medicinal possui propriedades sedativas, podemos concluir que ela pode auxiliar as pessoas que sofrem com dificuldades para dormir, certo? No entanto, se você sofre com o problema, converse com o seu médico antes de utilizar o jucá.

– Vida sexual

Está precisando melhorar a vida íntima como o marido ou a esposa? O jucá pode contribuir neste sentido graças ao fato de que propriedades afrodisíacas, ou seja, que estimulam o desejo sexual, também foram atribuídas a ele.

Também vale a pena consultar o médico para se certificar de que a planta medicinal realmente pode contribuir com a vida sexual.

– Efeito antioxidante

Informações da Agência Fapesp informam que uma pesquisa feita pelo professor Emerson Silva Lima da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) no ano de 2014 indicou que a casca e a vagem do jucá são dotadas de princípios antioxidantes.

De acordo com informações do Centro Médico da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, os antioxidantes bloqueiam parte dos danos causados pelos radicais livres, substâncias conhecidas por danificar o DNA.

O acúmulo desses radicais livres ao longo do tempo pode contribuir com o processo de envelhecimento e o desenvolvimento de problemas de saúde como câncer, doença no coração e artrite.

– Pele

A publicação do Diário da Saúde com informações da Agência Fapesp também contou que posteriormente ao estudo do ano de 2014, o professor Emerson liderou uma equipe de pesquisadores que identificou os efeitos do jucá em relação à pele.

Conforme a matéria, os cientistas analisaram os efeitos do extrato de jucá em relação a células humanas in vitro. A responsável pelos experimentos foi Tatiana Pedrosa, que contou que eles verificaram a presença de 18 agentes metabólicos no jucá.

Desses 18, eles verificaram que a substância com maior ação antioxidante é o ácido gálico, completou Tatiana, que também esclareceu que o ácido gálico atua em cima de enzimas chamadas tirosinase e colagenase, conhecidas por agirem no envelhecimento e degradarem o colágeno, o que deixa a pele flácida, com rugas e com manchas, ao longo do tempo.

Os experimentos também indicaram a presença de epicatequina e catequina nos extratos da planta medicinal, polifenóis conhecidos por inibirem a tirosinase. No entanto, após o estudo, a equipe de pesquisadores ainda precisa trabalhar na identificação dos compostos específicos do jucá responsáveis pelas ações relatadas, completou a matéria feita com informações da Agência Fapesp.

Caso você sofra com problemas de pele ou simplesmente queira prevenir ou manter a saúde da sua pele, cheque com o seu médico para saber como e se você pdoe utilizar o jucá.

Cuidados com o jucá

A planta medicinal não deve ser utiliza por mulheres que se encontrem no período da menstruação, que estejam grávidas ou em processo de amamentação de seus bebês.

Não foram encontrados efeitos colaterais associados ao uso do jucá. Entretanto, nenhum tipo de tratamento deve ser feito sem a orientação médica e nenhuma planta medicinal deve ser utilizada de maneira excessiva.

O chá de jucá deve ser tomado com cautela, e se ele for consumido de modo exagerado pode provocar efeitos indesejáveis ou inclusive atuar como uma planta tóxica. Portanto, antes de utilizar o jucá, vale a pena consultar o médico para se certificar de que ele não fará mal para você. Isso é aconselhável para todas as pessoas, principalmente para crianças, idosos, adolescentes e indivíduos que sofrem com algum tipo de doença ou condição de saúde.

Não utilize a planta medicinal como forma de auxiliar qualquer tipo de tratamento ou acreditando que o jucá emagrece sem que haja a autorização do seu médico, e nem substitua o tratamento passado pelo profissional pelo uso da erva, porque isso pode colocar a sua saúde em sérios riscos.

É necessário ainda que o médico ou um especialista fitoterápico oriente em relação à quantidade da planta medicinal que a pessoa pode utilizar.

Conheça os benefícios de Jucá para a saúde
Conheça os benefícios de Jucá para a saúde / Divulgação

Comentários