Inicial Notícias Internacional Conheça quem são os dançarinos do “meme do caixão”

Conheça quem são os dançarinos do “meme do caixão”

O “meme do caixão” tem viralizado nas redes sociais, trata-se de quatro homens africanos executam uma coreografia de dança enquanto carregam um caixão, com música alegre de fundo e trazendo ares festivos.

O meme vem sendo utilizado para ilustrar situações que não acabam bem e vem atraindo público justamente por trazer uma capacidade de fazer brincadeiras com situações relativamente perigosas. Mas, esse mesmo meme não tem agradado pessoas mais tradicionalistas, pois afinal de contas, se trata de um enterro, e que boa parte dos países tendem a compreender “funeral” ou seja o exato oposto de uma festa.

Conheça quem são os dançarinos do “meme do caixão” – Imagem: Divulgação

Os dançarinos que participam no vídeo são pallbearers, um tipo de profissional que não tem uma tradução específica em português, mas é o termo usado em inglês para “carregadores de caixão”.  Ou seja, o funcionário do cemitério responsável por carregar o caixão do carro fúnebre à sepultura.

No caso dos dançarinos, eles são carregadores privados, contratados pela família do falecido ou falecida. Eles são naturais de Gana, país situado no Golfo da Guiné, África Ocidental. “Liderados” por Benjamin Aidoo, a primeira menção foi em julho de 2007. O objetivo inicial era aliviar os níveis de desemprego na nação africana e ao contrário do meme, onde é reproduzida música eletrônica, no evento original são tocadas músicas tradicionais africanas, com os convidados também dançando e se divertindo.

Mesmo que funeral dançante seja mais um negócio que uma tradição, pois graças a estes grandes eventos centenas de jovens africanos acabaram ganhando uma oportunidade de trabalho, os enterros ganeses são ocasiões extremamente sociais. Pelos vídeos divulgados, é possível perceber que a procissão do caixão é acompanhada por centenas ou milhares de pessoas.

Nos Estados Unidos, a ocasião tem até um nome: “New Orleans Jazz Funeral”, quando a celebração do morto ou morta é feita de forma alegre, com trompetes e outros instrumentos de sopro, embalados em jazz mais dinâmico.

A popularidade do meme é tanta que está sendo utilizando até mesmo para alertar as pessoas para ficarem em casa -Imagem: Reprodução

De acordo com o site americano Know Your Meme, a “enciclopédia especializada em memes”, a primeira vez que alguém resolveu misturar a música produzida por Tony Igy com a cerimônia fúnebre de Gana foi feita pelo usuário do TikTok @lawyer_ggmu, que criou uma montagem de um esquiador tentando uma manobra e falhando, e o resto da história você já deve conhecer.

A popularidade do meme é tanta que está sendo utilizando até mesmo para alertar as pessoas para ficarem em casa, confira outras situações:

 

 

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta