Consumidor deve dar queixa se conta de energia vir com reajuste no AM

19

No dia (13/11) a ju√≠za da 3¬™ Vara Federal Jaiza Fraxe concedeu liminar suspendendo o reajuste na conta de luz, a partir de 1¬ļ de novembro. A decis√£o determina a suspens√£o de ‚Äúqualquer cobran√ßa nas faturas de energia el√©trica com base nos padr√Ķes reajustados de acordo com a Resolu√ß√£o Homologat√≥ria n¬ļ 1.980, de 27/10/2015‚ÄĚ.

Amazonenses pagar√£o ainda mais caro pela energia
Amazonenses pagar√£o ainda mais caro pela energia

Caso seja cobrado de algum cidad√£o o reajuste na conta de luz de 38,8%, o mesmo deve procurar os √≥rg√£os de defesa do consumidor para registrar queixa. Casos assim ser√£o analisados pela for√ßa-tarefa, formada pelos nove √≥rg√£os que entraram com a a√ß√£o civil p√ļblica na Justi√ßa Federal contra o aumento.

A resolu√ß√£o √© da Ag√™ncia Nacional de Energia El√©trica (Aneel) e autorizou o reajuste de 38,8% nas tarifas residenciais e de 45,5% para consumidores de alta tens√£o, no caso a ind√ļstria, a partir de 1¬ļ de novembro. A decis√£o da ju√≠za imp√Ķe multa di√°ria de R$ 100 mil, em caso de descumprimento.

A Eletrobras Distribui√ß√£o Amazonas informou, na √ļltima segunda-feira (16/11), quando foi comunicada sobre a decis√£o oficialmente, que as cobran√ßas anteriores √† liminar ser√£o mantidas.

Coment√°rios