Home Notícias Amazonas Consumidor deve dar queixa se conta de energia vir com reajuste no AM

Consumidor deve dar queixa se conta de energia vir com reajuste no AM

59 segundos lido
18

No dia (13/11) a juíza da 3ª Vara Federal Jaiza Fraxe concedeu liminar suspendendo o reajuste na conta de luz, a partir de 1º de novembro. A decisão determina a suspensão de “qualquer cobrança nas faturas de energia elétrica com base nos padrões reajustados de acordo com a Resolução Homologatória nº 1.980, de 27/10/2015”.

Amazonenses pagarão ainda mais caro pela energia
Amazonenses pagarão ainda mais caro pela energia

Caso seja cobrado de algum cidadão o reajuste na conta de luz de 38,8%, o mesmo deve procurar os órgãos de defesa do consumidor para registrar queixa. Casos assim serão analisados pela força-tarefa, formada pelos nove órgãos que entraram com a ação civil pública na Justiça Federal contra o aumento.

A resolução é da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e autorizou o reajuste de 38,8% nas tarifas residenciais e de 45,5% para consumidores de alta tensão, no caso a indústria, a partir de 1º de novembro. A decisão da juíza impõe multa diária de R$ 100 mil, em caso de descumprimento.

A Eletrobras Distribuição Amazonas informou, na última segunda-feira (16/11), quando foi comunicada sobre a decisão oficialmente, que as cobranças anteriores à liminar serão mantidas.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Alessandra Campêlo é eleita presidente do Conselho Estadual de Assistência Social

A titular da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas), Alessandra Campêlo, foi el…