Home Notícias Amazonas Coronavírus no Amazonas já atingiu o nível de ter transmissão comunitária após 111 casos confirmados!

Coronavírus no Amazonas já atingiu o nível de ter transmissão comunitária após 111 casos confirmados!

6 min - tempo de leitura
1,014

O Amazonas registra, neste sábado (28/03), 111 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) e 121 em investigação laboratorial, aguardando o resultado de exames. Em Manaus, são 105 casos, e no interior são seis casos: Manacapuru (2), Boca do Acre (1), Santo Antônio do Içá (1) e Parintins, que registrou dois casos, com um deles evoluindo para óbito.

O Amazonas passou a se enquadrar na definição de transmissão comunitária, quando as equipes de vigilância não conseguem mais mapear a cadeia de infecção, não sabendo quem foi o paciente responsável pela contaminação dos demais.

As informações e ações de combate ao novo coronavírus no Amazonas foram divulgadas na tarde deste sábado, durante coletiva de imprensa on-line concedida pelo secretário executivo adjunto de Atenção Especializada ao Interior da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), Cássio Espírito Santo, e pela diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto.

O Amazonas tem 12 pacientes internados, dois deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Aziz, e 10 na rede privada, sendo três em UTI. Com a confirmação de transmissão comunitária, a diretora-presidente da FVS reforçou a isolamento social como uma experiência eficaz de outros países na retardação da disseminação do vírus. Neste sábado, o Amazonas registrou mais 30 novos casos da doença, o que, segundo ela, mostra a curva ascendente da Covid-19.

“Aumenta a responsabilidade de todos, repito, de todos, permanecerem em casa. Nós precisamos evitar a circulação de pessoas e a aglomeração de pessoas, de tal modo a diminuir a transmissão do vírus e também de tal modo a permitir que nós não tenhamos muitos casos simultâneos”, alertou a diretora-presidente.

Testagem rápida – Segundo o secretário executivo adjunto de Atenção Especializada ao Interior, o Governo do Amazonas adquiriu dois lotes de 30 mil testes rápidos para o novo coronavírus, que serão distribuídos para todos os municípios.

“Nós estamos adquirindo os testes em dois lotes: o primeiro de 30 mil e o segundo de 30 mil. Os testes serão distribuídos para todos os municípios do Amazonas, e a gente está fazendo uma escala de distribuição. Fora os testes rápidos que a Secretaria de Estado vai estar disponibilizando, a FVS vai distribuir também os kits para coleta nos municípios, para que sejam encaminhados ao Lacen (Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas) na capital”, ressaltou Cássio.

Desde o primeiro caso suspeito, no dia 27 de fevereiro, até este sábado, foram coletadas 728 amostras, sendo que, dos 607 testes processados, 111 foram positivos para o Covid-19. De acordo com a diretora-presidente da FVS, o resultado aponta que o número de casos confirmados, em relação ao analisados pelo o Lacen-AM, está dentro da média nacional.

“Ontem nossa estatística era essa, nós tínhamos 20% de positividade. Hoje, com o aumento do número de coletas, a nossa positividade caiu para 18.2%. Ela está dentro da média nacional”, completou Rosemary.

Monitorados – Do dia 26 ao dia 27 de março, 1.960 pessoas que desembarcaram em Manaus pelo Aeroporto Internacional Eduardo Gomes passaram a ser monitoradas pela FVS. Por meio de um aplicativo que permite que profissionais da instituição monitorem o quadro clínico das pessoas, a FVS pretende identificar os possíveis casos suspeitos de Covid-19. Um decreto do Governo do Amazonas, publicado na última quarta-feira (25/03), determinou que toda pessoa que desembarque no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus, seja submetida a uma quarentena de duas semanas, com o monitoramento virtual, por meio do celular.

“Finalizando a nossa fala, nós gostaríamos de dizer que o nosso aplicativo de monitoramento de viajantes está sendo muito bem aceito pelos que estão chegando pelo Eduardo Gomes. Nós tivemos 1.960 passageiros monitorados com o aplicativo entre o dia 26 e o dia 27. Isso para nós é satisfatório, uma vez que não está sendo imposto o aplicativo. Os próprios passageiros estão vendo a vantagem de baixarem o aplicativo e de entrarem nesse monitoramento, levando em conta que eles se sentem mais seguros de saber a quem recorrer caso tenham algum tipo de sintoma”, disse Rosemary.

Coronavírus no Amazonas já atingiu o nível de ter transmissão comunitária após 111 casos confirmados!
Distribuição do Coronavírus em Manaus por bairros

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta

Leia Também

Prefeitura de Barreirinha começa a revitalizar orla da cidade

A prefeitura de Barreirinha, por intermédio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Pú…