Home Notícias Brasil Criança conta que segurança ofereceu sorvete em seguida jogou gasolina e ateou fogo

Criança conta que segurança ofereceu sorvete em seguida jogou gasolina e ateou fogo

1 min - tempo de leitura
12

Uma das crianças vítimas do segurança que ateou fogo em crianças de um creche, na manhã desta quinta-feira (5), contou o que teria acontecido para o pai. Patrick Samuel, de 4 anos, é uma das crianças feridas na tragédia em Janaúba. Ele foi atendido na Fundação Hospitalar de Janaúba (Fundajan).

Criança conta que segurança ofereceu sorvete em seguida jogou gasolina e ateou fogo - Imagem: Divulgação
Criança conta que segurança ofereceu sorvete em seguida jogou gasolina e ateou fogo – Imagem: Divulgação

Edivaldo Lourenço da Silva, pai de Patrick, contou ao jornal O Tempo o que ouviu do filho. A criança disse que antes do crime, Damião Soares dos Santos (autor) chamou os alunos da creche e ofereceu a elas sorvete e, quando elas aproximaram, ele jogou gasolina e ateou fogo.

O menino também falou sobre a professora que ajudou a salvar vários alunos. “Ele contou para mim que viu a professora incendiada, e depois ela caiu no fogo. Ele está com isso na mente direto”, afirma. Ainda de acordo com a reportagem, o homem afirmou que o filho chamou pelo pai durante a tragédia. “Ele até brigou comigo por eu não aparecer para salvá-lo”, comenta, emocionado.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Brasil

Deixe uma resposta

Leia Também

Dona Rosa, mãe de David Almeida, morre aos 84 anos

Na tarde deste sábado (28), faleceu dona Rosa Almeida, aos 84 anos, mãe do candidato a pre…