Inicial Notícias Amazonas Cuidado com as notícias falsas sobre o coronavírus no Amazonas!

Cuidado com as notícias falsas sobre o coronavírus no Amazonas!

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), alerta a população amazonense para o combate às notícias falsas que estão sendo espalhadas com relação ao coronavírus. Desde a chegada do primeiro caso da doença ao Amazonas, o Estado está trabalhando não apenas para evitar a proliferação do vírus, mas também para combater a desinformação da população.

Diante da quantidade de notícias falsas e não-oficiais que circulam e causam pânico na população, o governador do Estado, Wilson Lima, usou suas redes sociais neste sábado (21/03) para declarar que essas pessoas serão acionadas na Justiça por conta dessa prática irresponsável.

“Nós estamos trabalhando com absoluta transparência. Agora, tem gente agindo de forma covarde e criminosa divulgado vídeos, áudios que não condizem com a realidade, com o objetivo de, simplesmente, causar mais pânico na população. Já identificamos algumas dessas pessoas e a nossa PGE (Procuradoria Geral do Estado) vai acionar a Justiça para punir com todo rigor as pessoas que agem dessa forma”, afirmou o governador.

“Então, é necessário que a gente não acredite em tudo o que dizem, porque senão nós vamos entrar em pânico, vamos ficar muito ansiosos e vamos adoecer. As pessoas muito apavoradas, muito ansiosas, têm as defesas imunológicas enfraquecidas e podem se tornar mais facilmente vítimas do vírus”, observou a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemery Costa Pinto.

O Governo do Estado esclarece algumas das principais dúvidas sobre as medidas adotadas para prevenção e tratamento do coronavírus.

Casos de coronavírus no Amazonas – O último boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), divulgado neste sábado (21/03), indica que o Amazonas possui 11 casos confirmados de Covid-19. A informação de que o número de infectados é três vezes maior que o divulgado é falsa! O Governo do Amazonas está informando, diariamente, o número de casos confirmados, suspeitos, notificados e descartados de coronavírus através dos canais oficiais do estado.

Insumos – O Governo do Estado já informou que possui quantidade suficiente de insumos, mas busca meios para ampliar o estoque através de parcerias com o setor privado. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e Inovação (Sedecti) solicitou junto à empresa Recofarma Indústria da Amazônia, a doação de 41 mil litros de álcool gel 70% para ajudar na proteção dos servidores da saúde e pacientes que buscam atenção médica.

Além disso, o Amazonas já recebeu um quantitativo de máscaras e deve receber mais 130 mil unidades de máscaras específicas para proteger todos os trabalhadores da área da saúde.

Infraestrutura – A informação de que o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz não possui estrutura, como porta de entrada exclusiva, para receber pacientes com coronavírus, é falsa! A Susam decidiu que o HPS Delphina Aziz passa a atuar exclusivamente como unidade hospitalar de retaguarda para os casos suspeitos/confirmados da doença.

O hospital passa a ter os leitos específicos para Covid-19. Tanto para as internações clássicas, convencionais, quanto para internações mais graves, onde esses pacientes terão que estar em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Atualmente, o HPS Delphina Aziz já tem à disposição 50 leitos de UTI para pacientes de Covid-19.

Testes para covid-19 e prontos-socorros lotados – Informações sobre falta de testes estão circulando e podem causar pânico na população. O Estado do Amazonas está seguindo protocolos recomendados por órgãos nacionais e mundiais de saúde e, por enquanto, realiza testes somente em pessoas que tiverem febre ou algum sintoma respiratório. Quem preencher algum desses critérios deve buscar uma unidade de saúde da rede pública ou particular, e apenas um médico poderá avaliar a necessidade de realização do teste. A informação de que prontos-socorros do Estado estão lotados por falta de testagem ou lotados de casos confirmados é mentira!

De janeiro a março deste ano, foram 329 casos confirmados de síndromes respiratórias agudas graves, ou seja, os quadros gripais do Amazonas não são apenas Covid-19. Há circulação de outros vírus, como Influenza A e B. Por isso, o Amazonas passa por uma epidemia de outras síndromes respiratórias que não são o novo coronavírus.

Transmissão do vírus no Amazonas – Na última sexta-feira (20/03), o Ministério da Saúde declarou o reconhecimento da transmissão comunitária do coronavírus em todo território nacional. Em termos práticos, a declaração é um comando do Ministério da Saúde para que todos os gestores nacionais adotem medidas para promover o distanciamento social e evitar aglomerações.

Portanto, é falsa informação de que o Estado declarou transmissão comunitária do Covid-19. Segundo o último boletim divulgado pela FVS-AM, no Amazonas há apenas casos de transmissão importada, quando uma pessoa traz a doença de outro estado, e transmissão local, quando um paciente pega o vírus de alguém que o trouxe. Não há casos de transmissão comunitária, quando não há mais controle de rastreamento dos casos.

coronavírus no Amazonas
coronavírus no Amazonas

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta