Curumim de 1 ano mata cobra com mordidas

13

No domingo (1/11), em Mostardas, no litoral Sul ga√ļcho, um garotinho de 1 ano e 5 meses brincava no p√°tio de casa quando sua m√£e o viu sorrindo com as m√£os e a boca sujas de sangue e uma cobra ainda viva, entre os dedos.

De acordo com a família, o menino Lorenzo Ferreira foi conduzido imediatamente para atendimento médico, onde foi constatado que ele não havia sido picado pela cobra. A equipe médica acionou o Centro de Informação Toxicológica do Rio Grande do Sul, que orientou os médicos sobre os exames e procedimentos a serem adotados.

Imagem de Divulgação / Arquivo da família
Imagem de Divulgação /Arquivo da família

Os testes apontaram que Lorenzo n√£o sofreu qualquer tipo de consequ√™ncia √† sa√ļde em virtude do contato com o animal, para al√≠vio da fam√≠lia de todos. A cobra foi identificada como uma jararaca, por suas caracter√≠sticas, por√©m ainda ser√° analisado por especialistas para definir a esp√©cie com precis√£o.

O curumim Lorenzo passa bem, j√° a cobra n√£o resistiu aos ferimentos e morreu.

Imagem de Divulgação
Imagem de Divulgação

Coment√°rios