Inicial Notícias Política “Deixe as multinacionais investirem no Amazonas” diz Josué em discurso pela quebra do monopólio da Cigás

“Deixe as multinacionais investirem no Amazonas” diz Josué em discurso pela quebra do monopólio da Cigás

O presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Josué Neto (PRTB) defendeu nesta terça-feira (9), em Sessão Virtual durante o Grande Expediente, que o Estado precisa deixar as multinacionais e empresas nacionais investirem no Amazonas a partir das atividades que envolvem o gás natural. O parlamentar também afirmou que o monopólio da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) precisa ser quebrado para trazer desenvolvimento e empregos para 16 municípios do interior.

“Deixe as multinacionais investirem no Amazonas” diz Josué Neto – Imagem: Divulgação

De acordo com Josué, o atual monopólio do gás no Amazonas não está trazendo empregos, renda e benefícios para a sociedade amazonense, e a Lei do Gás, por meio do Projeto de Lei nº 153/2020, de sua autoria, aprovado na Casa Legislativa e vetado pelo Governo do Amazonas, vai beneficiar diretamente 16 municípios, além da capital Manaus, caso o veto seja derrubado.

“Estamos falando de 10 mil novos empregos que a Cigás se nega a investir na cidade de Manaus. De aumentar a rede de distribuição de gás, que o gás não é apenas gás de cozinha. Querem mentir para o povo. O gás se transforma em energia, em energia veicular, energia residencial, então, vamos parar de mentir Cigás”, frisou o parlamentar, que também explicou que a Lei do Gás vai trazer multinacionais como Texaco, Shell e Chevron para exploração do recurso natural no Estado.

Josué também alertou que o Estado está pelo menos 20 anos atrasado na discussão do tema da abertura do gás natural. “Existem membros do Executivo que ainda querem defedender o monopólio deste Estado. Eu quero dizer o Governo, a instituição, não estou fulanizando e não vou fulanizar”, disse.

Defesa
Josué também defendeu o deputado estadual Sinésio Campos (PT), que há mais de 20 anos tem conhecimento sobre o mercado de gás, recursos naturais e minérios no Estado do Amazonas.

“Infelizmente existem pessoas, existem homens públicos que não conhecem essa história, que não sabem a importância do potássio para o Amazonas, não sabem da importância dos recursos minerais, do petróleo e do gás, e que vão a público e dizem a seguinte frase: ‘Eu não sei de onde saiu isso’, e é claro, que não sabe de onde saiu porque não conhecem a história, não conhecem a importância, não conhecem que Vossa Excelência trata há 20 anos desse assunto na Casa, e sempre recebendo apoio dos seus pares”, afirmou.

Segundo o presidente, na Assembleia Legislativa não existe parlamentar dono de temas e sim deputados que são conhecedores de determinados assuntos. “Não existe dono de tema nesta Casa. Existem os que mais se esforçam, existem os que mais conhecem, os mais qualificados, mas dono de tema não existe nesta Casa. Até porque o dono seria monopolista e o monopolista é um covarde. O monopolista usa aquilo para si só, para uma pessoa e Vossa Excelência nunca quis ter o monopólio do tema da Silvinita, do gás, Vossa Excelência nunca quis ser monopolista quando falamos o tema dos recursos minerais, dos recursos hídricos”, disse.

“Deixe as multinacionais investirem no Amazonas” diz Josué Neto – Imagem: Divulgação

Comentários

Carregue Mais Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta