Delegado do Amazonas faz post dizendo que “quando você humilha um mendigo, é Jesus que você está renegando” e post vira polêmica

1018

Hoje em dia com a velocidade da informação, as fakes news e os leitores de títulos disseminam conteúdo difamatório de forma frenética sem ao menos se preocupar com o conteúdo ou a fonte. Em tempo de likes e shares é fundamental que se conheça o que se está compartilhando. Aliás, é muito triste ver como as pessoas passam boatos ou informações descontextualizadas a frente sem a mínima preocupação de checagem de fonte, confiando muitas vezes em blogs pagos com dinheiro público e acostumados a serem processados por calúnia, difamação, indenização moral e civil.

No Amazonas, quando uma pessoa com caráter honrável se coloca numa disputa eleitoral em algum período da sua vida, ela automaticamente vira inimiga do rei e alvo de portais pagos com dinheiro público que tentam a todo custo sujar e manchar o nome das pessoas.

O delegado da Polícia Civil do Amazonas, João Victor Tayah, fez um post polêmico em suas redes sociais onde afirma que “Quando você discrimina um gay, é Jesus que você está atacando. Quando você humilha um mendigo, é Jesus que você está renegando. E quando você diz que refugiado é a “escória do mundo”, é Jesus que você está ofendendo!” e o post causou revolta em quem lê apenas título.

Delegado João Tayah / Foto : Reprodução
Delegado João Tayah / Foto : Reprodução

A manifestação do policial repercutiu nas redes sociais de forma intensa, como somos imparciais, colocamos o comentário do delegado na íntegra.

João Tayah 1 de agosto às 12:36 · Jesus é travesti e bicha sim! Jesus é mendigo, é prostituta, é aleijado, pois foi entre estes que ele andou em sua época, e não no meio de sacerdotes e mestres da lei. Jesus é favelado, é viciado, é até bandido, pois foi assim que ele foi considerado ao morrer! Jesus é cada um de nós, foi por isso que Deus se fez carne. Jesus foi refugiado sim! Precisou se refugiar para não ser assassinado quando ainda criança pelos seus governantes. Só que muita gente não sabe disso, porque não lê nem a Bíblia, só vive dos achismos, reproduzindo o que vê na internet ou no culto. Quando você discrimina um gay, é Jesus que você está atacando. Quando você humilha um mendigo, é Jesus que você está renegando. E quando você diz que refugiado é a "escória do mundo", é Jesus que você está ofendendo! Quem quiser ser machista, homofóbico, xenófobo ou racista pode ser qualquer coisa, menos cristão. O preconceito não vem de Deus, vem do egoísmo e da maldade humanas, ou seja, vem da ação o demônio mesmo! Se você age assim, você acha que joga no time de Deus, mas está no time contrário.

Abaixo a publicação do delegado na sua própria fanpage.

 

Comentários