Depois da indignação popular, José Melo exonera Alberto Pelegrine

13

O Governador José Melo exonerou, na segunda-feira (20/6), o funcionário da Rádio Difusora, Alberto Pelegrine que aparecia na folha de pagamento da Casa Civil do Amazonas, com salário de R$ 4.209,79 (mensal). O caso repercutiu nas redes sociais, pois Pelegrine é funcionário da Difusora, de propriedade do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Josué Filho.

Al√©m do rep√≥rter a folha de pagamento do estado tamb√©m comporta parentes de juiz , e os gastos v√£o ate¬† R$ 34,8 milh√Ķes.

Pelegrine sempre elogiava o governador, nas transmiss√Ķes da r√°dio, quase que de forma institucional. A exonera√ß√£o do rep√≥rter tamb√©m est√° assinada pelo secret√°rio Raul Zaidan.

O governador Jos√© Melo alega falta de recursos para Sa√ļde, mas n√£o falta dinheiro para pagar os alt√≠ssimos sal√°rios dos cargos comissionados dos seus amigos e parentes do grupo pol√≠tico.

S√£o 568 funcion√°rios na Casa Civil, s√≥ em 2016 o Governo do Amazonas pagou R$ 14,4 milh√Ķes com os sal√°rios desses servidores.

Depois da indignação popular, José Melo exonera Alberto Pelegrine
Depois da indignação popular, José Melo exonera Alberto Pelegrine

Coment√°rios