Deputado Cunha renuncia √† presid√™ncia da C√Ęmara

4

O deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), finalmente caiu em si e renunciou nesta quinta-feira (7) √† presid√™ncia da C√Ęmara. Cunha¬†estava desde 5 de maio afastado do cargo por decis√£o do Supremo Tribunal Federal (STF), que tamb√©m suspendeu o seu mandato parlamentar por tempo indeterminado.

Sob gritos de “fora Cunha” ao chegar ao Sal√£o Verde da C√Ęmara, ele fez o an√ļncio da decis√£o em um pronunciamento. Durante seu discurso, a voz do deputado federal, ficou por diversas vezes embargada ao se referir √† fam√≠lia, que, segundo disse, foi alvo de persegui√ß√£o.

Antes do pronunciamento, Cunha foi √† Secretaria Geral da Mesa para entregar a carta de ren√ļncia. Para fazer o pronunciamento, fez uma comunica√ß√£o pr√©via ao STF que iria √† C√Ęmara, j√° que o ministro Teori Zavascki imp√īs a ele essa condi√ß√£o.

Ao se pronunciar, ele fez a leitura da carta entregue √† C√Ęmara, dirigida ao presidente interino da Casa, o vice-presidente Waldir Maranh√£o (PP-MA). “Estou pagando um alto pre√ßo por ter dado in√≠cio ao impeachment”, justififcou, em refer√™ncia ao processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, que se iniciou na C√Ęmara sob a gest√£o dele.

Cunha afirmou que decidiu atender aos apelos dos apoiadores e renunciar porque a C√Ęmara, segundo disse, est√° sem dire√ß√£o. “√Č p√ļblico e not√≥rio que a Casa est√° ac√©fala, fruto de uma interinidade bizarra. Somente a minha ren√ļncia poder√° por fim √† essa instabilidade sem prazo. A C√Ęmara n√£o suportar√° esperar indefinidamente”, declarou.

Deputado Eduardo Cunha renuncia √† presid√™ncia da C√Ęmara
Deputado Eduardo Cunha renuncia √† presid√™ncia da C√Ęmara

Coment√°rios