Deputado Federal Capitão Alberto Neto é destaque em mídia nacional

236

O deputado federal, Capitão Alberto Neto (PRB), chamou atenção da mídia nacional pela determinação em trabalhar nas causas favoráveis ao Amazonas na Câmara Federal.

Fato que não é novidade para os amazonenses, pois logo após a vitória nas urnas, o militar da polícia militar não perdeu tempo e iniciou um levantamento de demandas prioritárias que beneficiam a região amazônica.

Na última sexta-feira (8), o plenário da câmara estava vazio, e o único que estava na casa era o Deputado, que mesmo em um dia onde é comum a todas as legislaturas o não comparecimento dos deputados, mostrando que está sempre disposto ao trabalho. “Fui eleito para fazer a diferença e legislar para os cidadãos brasileiros, especialmente para os amazonenses”, disse.

Primeira Sexta Feira da nova Legislatura repete velhos hábitos, apenas o Deputado Capitão Alberto (PRB-AM) compareceu ao plenário, mas por falta de quórum não abriu sessão. / Foto: Dida Sampaio/Estadão
Primeira Sexta Feira da nova Legislatura repete velhos hábitos, apenas o Deputado Capitão Alberto (PRB-AM) compareceu ao plenário, mas por falta de quórum não abriu sessão. / Foto: Dida Sampaio/Estadão

Capitão pede nomeação para a Suframa
O deputado federal Capitão Alberto Neto (PRB-AM) enviou um requerimento ao presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), para que seja solicitada ao ministro da economia, Paulo Guedes, a nomeação imediata de um gestor técnico para a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

Alberto Neto teme que a falta de uma direção capacitada a frente da Suframa coloque em risco o futuro do modelo econômico. “A Zona Franca é primordial para a região, pois é por meio dela que muitas famílias têm emprego e renda. A economia do País e, principalmente, do Amazonas é muito atingida quando há alguma ameaça ao Polo Industrial de Manaus, então é necessário que os ministros deem a atenção devida para escolha de um gestor para o órgão”, disse.

Para o deputado a falta de um administrador na Suframa é muito grave, pois pode acarretar prejuízos econômicos não só para o Amazonas, mas para todo Brasil. Por isso, viu a necessidade de requerer ao Governo Federal mais celeridade e cautela na escolha do superintendente. “Nós precisamos de um técnico, alguém que conheça o funcionamento e a importância do órgão para assumi-lo e acreditamos que essa nomeação precisa ser feita logo para que nosso Estado não sofra ainda mais com o desemprego”, concluiu o deputado.

Comentários