Home Notícias Deputados cobram que Amazonas Energia indenizem moradores afetados por essa palhaçada de apagão em Iranduba e Manacapuru

Deputados cobram que Amazonas Energia indenizem moradores afetados por essa palhaçada de apagão em Iranduba e Manacapuru

4 min - tempo de leitura
4

Em decorrência da falta de energia elétrica nos municípios de Iranduba e Manacapuru, desde a última sexta-feira (19), o vice-presidente da Comissão de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa do Amazonas (CGESP/AM), deputado Álvaro Campelo (Progressistas), em conjunto com a Comissão de Defesa do Consumidor da OAB-AM e Câmaras de vereadores dos dois municípios ingressaram com uma Ação Civil Pública (ACP) contra a Amazonas Energia.

A medida, anunciada na tarde desta terça-feira (23), solicita o pronto restabelecimento da energia elétrica nos municípios afetados, além da indenização pelos prejuízos causados à população nesses quatro dias de ‘apagão’. A ACP solicita que a concessionária tome providências imediatas para restabelecer o fornecimento de energia elétrica, com a garantia de que não haverá novos problemas. A ação também pede, a título de indenização, R$ 20 milhões pelos prejuízos causados a quase 200 mil consumidores.

De acordo com Álvaro Campelo, o Código de Defesa do Consumidor e o Código Civil asseguram a indenização aos usuários da concessionária. “Já são mais de 110 horas sem energia em Iranduba e Manacapuru e a Amazonas Energia tem que se responsabilizar pelos danos materiais e morais que está causando a todos esses moradores. Além disso, também estamos pedindo à justiça que, nos próximos três meses, todos os afetados fiquem isentos do pagamento de suas faturas. Isso é o mínimo que a empresa pode fazer por essas pessoas que estão passando por uma situação absurda, que se assemelha ao caos da Venezuela”, finalizou o deputado progressista.

Para o presidente da OAB/AM, Marco Aurélio Choy, a iniciativa em defesa do consumidor amazonense representa segurança à população. “Parabenizo a união da OAB com a Assembleia Legislativa, na figura do deputado Álvaro Campelo, juntamente com as Câmaras Municipais de Iranduba e Manacapuru, em defesa do povo. Esperamos uma reposta positiva desta ação, no sentido de que se determine que a Amazonas Energia tome medidas imediatas pra sanar esse transtorno que está acontecendo há dias com a população desses municípios”, disse Choy.

A interrupção foi ocasionada rompimento de um cabo subaquático que fica a 50 metros do Rio Negro. O caso provocou protestos nos municípios no último fim de semana que, além da falta de energia elétrica, sofrem com a suspensão do abastecimento de água, serviços de telefonia e a precariedade no atendimento médico.

Além de Álvaro Campelo, assinaram a ação o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas, Josué Neto (PSD), o presidente da OAB Amazonas, Marco Aurélio Choy, o vice-presidente da Comissão do Consumidor da OAB-AM, Giordano Cezar e os vereadores Alexandre Karbajal, de Iranduba, e Tchuco Benício (PTC), de Manacapuru.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Notícias

Deixe uma resposta

Leia Também

Aleam antecipa pauta da próxima semana com oito Projetos de Lei e cinco vetos do governo

  A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vai colocar em votação, na próxima sem…