Dicas de segurança para aproveitar o Carnaval de forma tranquila

422

Por ser uma época de alegria e diversão, o Carnaval pode fazer com que turistas e visitantes se esqueçam de algumas regras básicas de segurança. Antes de viajar ou visitar um local muito movimentado, atente-se para as seguintes dicas:

Neste carnaval, descanse, mas não descuide da sua segurança
Neste carnaval, descanse, mas não descuide da sua segurança

– Planeje antecipadamente o passeio ao seu destino, com informações detalhadas de como chegar, locais onde irá frequentar. Existem áreas que nessas datas ficam fechadas para circulação exclusiva de pedestres;

Loading...

– Mantenha seus objetos pessoais, como celulares, carteiras, documentos e bolsas, à frente de seu corpo;

– Desconfie de esbarrões e empurrões e confira seus pertences pessoais;

– Fique atento às pessoas ao seu redor;

– Mantenha especial atenção com crianças. Uma boa alternativa é identificá-las com etiquetas;

– Evite levar crianças pequenas;

– Marque pontos para reencontros caso haja separações no grupo;

– Seja tolerante. Caso tenha qualquer problema, peça desculpas e se afaste;

– Em caso de tumulto, saia de perto;

– Beba de forma consciente, evitando o excesso;

– Não dirija após a ingestão de bebidas alcoólicas;

– Use sempre preservativos durante relações sexuais;

– Não aceite bebidas de pessoas que você não conhece;

– Utilize roupas leves e confortáveis, especialmente os calçados;

– Beba muita água;

– Evite usar joias, relógios ou outros objetos de valor que chamem atenção;

– Leve dinheiro apenas para o necessário;

– Não use garrafas de vidro;

– Se puder, deixe o carro em casa para não ter problemas com estacionamento, danos e furto;

– Caso prefira ir de carro, cuidado no momento de estacioná-lo. Prefira estacionamentos credenciados, evite deixar seu carro em locais mal iluminados e isolados; e não deixe objetos a vista no interior do veículo;

– Se houver necessidade de atendimento médico para alguém, lembre-se que os socorristas precisam de espaço para trabalhar.

Fonte:
Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook