Diego Brandão recebe ajuda de Jon Jones para próxima luta

396
Diego Brandão recebe ajuda de Jon Jones para próxima luta
Diego Brandão recebe ajuda de Jon Jones para próxima luta

Radicado em Manaus, Diego ‘Ceará’ Brandão vai lutar no próximo sábado dia 06, contra o americano Pablo Garza, no “UFC: Gustafsson vs Mousasi”, em Estocolmo, na Suécia. Desde que venceu o “TUF 14”, Diego Brandão, ( ainda não conseguiu repetir as atuações que teve dentro da casa. Seu estilo agressivo e finalizador apresentado no reality fizeram dele a principal promessa dos pesos-penas do Ultimate. Mas, por ser 15 centímetros mais baixo que Garza, o brasileiro, de 1,70m, vem recebendo uma ajuda especial do companheiro de equipe Jon Jones. O americano, de 1,93m, o ensina como se portar diante dessa diferença tão grande de estatura. “A preparação melhora a cada luta, mas dessa vez a diferença é que estamos fazendo um trabalho específico com o Jon Jones e o Comwboy (Donald Cerrone). Ontem fiz um sparring com Jon Jones com o gás lá em cima. Ele está me dando muitas dicas de como trabalhar a distância para o meu adversário, a hora certa de bater e sair, ele é muito grande e isso está ajudando muito na preparação. Tenho certeza que estou pronto para dar show”, contou o brasileiro, em entrevista exclusiva ao CHAVE DE BRAÇO.

Apesar de conviver diariamente com Jon Jones e manter uma amizade com o americano há anos, o brasileiro admite que a “ficha ainda não caiu”. “Às vezes eu olho para minha frente e penso ‘Nossa, é o Jon Jones’. Ele é admirado por tanta gente no  Brasil e no mundo, e eu estou tendo a oportunidade de treinar com ele.  Não esperava nunca ser tão bem recebido como fui. Nas academias grandes a maioria dos lutadores se importam com si mesmo, mas aqui (Greg Jackson’s MMA) encontrei uma família”. Quando o assunto é cinturão, o brasileiro é bastante cauteloso. Com duas vitórias e uma derrota pelo UFC, “Ceará” planeja entrar no top 10 dos pesos-penas com uma vitória sobre Pablo Garza, para depois vencer mais duas lutas e conquistar o direito de disputar o cinturão da categoria. “Essa luta é muito importante para mim, porque o Dana White já falou que vencendo eu entro no top 10. Ainda não me sinto preparado para disputar o cinturão, porque lutar cinco rounds não é fácil. Já fui para três contra o Darren Elkins e foi sinistro, imagine cinco. Quero vencer mais umas três lutas e chegar lá preparado”. Por: Chave de Braço Foto: Reprodução

Comentários

comentários

Loading...