Diferente da propaganda do governo, segurança pública vive momento de penúria no amazonas, denuncia Cabo Maciel

26

“Segurança Pública no Amazonas está em estado de penúria sob o comando de coronel que nunca sequer dirigiu um Batalhão.” A denuncia é do presidente da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Cabo Maciel (líder do PR), após constatar que presos sendo conduzidos em triciclos no município de Japurá/Am devido à falta de viaturas de duas e quatro rodas, de coletes balísticos, lancha rápida e efetivo, além do prédio da unidade militar em péssimas condições para abrigar os policiais militares.

Na opinião do parlamentar o atual comandante deveria pedir para sair, uma vez que está acabando com a corporação, limitando-se apenas a dar ordem e realizar operações pífias nos terminais de ônibus e fechando bares nos finais de semana, enquanto que os municípios fronteiriços estão abertos aos traficantes sem efetivo, viaturas, armamento, colete balísticos, lanchas, além das péssimas condições das unidades para abrigar os policiais militares.

De acordo com Cabo Maciel a previsão legal é de um efetivo de 15 mil homens para Polícia Militar do Amazonas, hoje, não chega a um pouco mais de 8 mil, obrigando os comandante dos batalhões dos municípios a serem obrigados a deslocar efetivos para cobrir outros municípios da região.

Cabo Maciel voltou a cobrar concurso público urgente para preenchimento das vagas para Polícia Militar, Bombeiro e Polícia Civil, pois do contrário a população continuará vivendo momento de medo e a sensação de insegurança, devido os constantes roubos, assaltos e assassinatos que vem ocorrendo no centro histórico de Manaus, nos terminais de ônibus, dentro dos coletivos e centros comerciais dos bairros mais populosos como: Parque Dez, Compensa, Alvorada, Coroado, Educandos e outros.

denuncia Cabo Maciel / Foto : Divulgação
denuncia Cabo Maciel / Foto : Divulgação

Comentários