Duas toneladas de carv√£o s√£o apreendidas durante opera√ß√£o “Ouro Negro”

165

A apreens√£o ocorreu na manh√£ desta sexta-feira (22), em um dep√≥sito localizado na Rua Jacuns,¬†n√ļmero 30, no Loteamento Novo Aleixo.

A Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente e Urbanismo (DEMA), atrav√©s da equipe de investiga√ß√£o, sob a coordena√ß√£o da Delegada Titular Carla Biaggi e da Delegada Adjunta Osmara Correa, iniciaram a primeira fase da opera√ß√£o intitulada ‚ÄúOuro Negro‚ÄĚ, cujo objetivo principal √© o combate ao crime ambiental relacionado ao dep√≥sito e com√©rcio ilegal de carv√£o.

Durante a opera√ß√£o, duas toneladas de carv√£o sem licen√ßa do √≥rg√£o p√ļblico respons√°vel, foram apreendidas. O local foi isolado para a realiza√ß√£o da per√≠cia t√©cnica e confec√ß√£o do respectivo laudo.

Um homem chamado, VALDEIR CORTEZ DA SILVA foi flagrado como o respons√°vel pelo crime e ir√° responder respondendo por um dos tipos penais da Se√ß√£o II ‚Äď Dos Crimes contra a Flora ‚Äď art. 46, da Lei n¬ļ 9.605/98, cujo procedimento criminal ser√° encaminhado √† Vara do Meio Ambiente, e segundo consta nos arquivos desta especializada, o infrator j√° √© reincidente na mesma pr√°tica criminosa.

As duas toneladas de carv√£o apreendidas foram doads mediante Termo de Doa√ß√£o, na forma da Lei, para as seguintes institui√ß√Ķes filantr√≥picas: Casa da Crian√ßa (500 sacos de 1.5 kg), Lar das Marias (500 sacos de 1,5 kg), Fazenda da Esperan√ßa (130 sacos de 20 Kg) e Lar Batista Janell Doyle (20 sacos de 20 kg).

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Coment√°rios