Em Manaus, polícia apresenta suspeitos de estuprar bebê em motel

365

Nesta sexta-feira (1/9), um casal de peruanos, suspeito estuprar uma criança de sete meses de idade, dentro de um motel, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus, foram apresentados à imprensa pela polícia.

O casal vai responder pelo crime de estupro de vulnerável e maus tratos por exposição da criança ao risco - Imagem: Divulgação
O casal vai responder pelo crime de estupro de vulnerável e maus tratos por exposição da criança ao risco – Imagem: Divulgação

Um médico de 45 anos e uma mulher de 24 (supostamente a mãe da criança), foram denunciados por funcionários do motel após ouvirem choro do bebê em uma das suítes.

Loading...

A polícia foi acionada e no local encontraram a criança sem roupa. A mulher disse que estava trocando a fralda da bebê pois a mesma estaria suja de fezes, mas a polícia não encontrou nenhum vestígio de fezes da criança na fralda.

O estupro foi confirmado momentos depois de acordo com laudo do Instituto Médico Legal (IML), indicou ainda que não é a primeira vez que a bebê é estuprada, segundo contou a Delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), Juliana Tuma.

A mãe justificou que permitia os abusos porque gostava muito do parceiro e não tinha coragem de denunciá-lo, a mulher disse ainda que sofria ameaças por ele.

A mãe da criança disse ter sido abusada pelo peruano quando ainda era adolescente, relatou ainda que foi trazida do Peru para trabalhar de doméstica na casa da mãe do médico, que é seu primo de 2º grau. Quando chegou, ela teria sido forçada a manter relações sexuais com ele, mas depois que engravidou se apaixonou pelo suspeito.

O suspeito se disse inocente e que só falará em juízo.

Comentários

comentários

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail: