Em nota, Prodam fala que lentidão no site de matrículas foi resolvida

89

No primeiro dia de transferências da rede pública de ensino, a empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (PRODAM) e a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (SEDUC) informaram por meio de nota que, durante a primeira hora e 45 minutos após a liberação do sistema, houve uma indisponibilidade no Portal Matrículas Amazonas, ocasionando lentidão na aplicação.

Site de matrículas fica fora do ar no primeiro dia. / Foto: Divulgação
Site de matrículas fica fora do ar no primeiro dia. / Foto: Divulgação

Após a solução do incidente, as reservas foram realizadas. Eles também informaram que foram feitas 26.727 reservas.

Leia a nota na íntegra:

Sobre o primeiro dia de transferências da rede pública de ensino, a empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (PRODAM) e a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (SEDUC) informam que, durante a primeira hora e 45 minutos após a liberação do sistema, houve uma indisponibilidade no Portal Matrículas Amazonas, ocasionando lentidão na aplicação.

Assim que o incidente foi solucionado, as reservas de vagas foram realizadas com sucesso. Até às 10h horas, foram realizadas 26.727 reservas de vagas, das quais 20 mil realizadas exclusivamente pelo site.

O Calendário de Matrícula segue conforme anunciado anteriormente. As transferências poderão ser realizadas pelo site até o dia 13 de janeiro. Nos dias 14 e 15 de janeiro, o sistema será liberado exclusivamente para a matrícula de alunos novos com deficiência. No dia 16 de janeiro, também à zero hora, tem início o período de matrícula de novos alunos, quando, historicamente, são registrados os maiores acessos pela procura de vagas. Após realizar a reserva da vaga pelo Portal de Matrículas, os responsáveis têm até três dias úteis para entregar os documentos dos alunos na escola mais próxima de sua residência e, assim, concretizar a matrícula.
.
Para problemas técnicos no site: SAC PRODAM 0800-092-2626 | 2121-6490

Fonte: Assessoria de Comunicação da Seduc

Comentários