Empresária se pronuncia após ter nome relacionado com invasão domiciliar

313

Após exposição nos principais portais do Amazonas, a empresária Janaina Felix Gomes, 28, procurou na manhã desta sexta-feira (19) o portal do No Amazonas é Assim para expor o lado da história onde teve o nome envolvido como se fosse a responsável pela invasão da casa de um rapaz conhecido apenas como Nelson no qual o denunciante, Marcelo Generoso (irmão de Nelson) afirmava que ela era ex-namorada do irmão e que durante a invasão Janaina estava acompanhada por dois homens armados. Estes haviam ameaçado o rapaz a reatar o romance na mira do revolver.

Conforme a empresária, ela foi surpreendida durante a noite desta quinta-feira (18) com a publicação e resolveu buscar meios de expor a sua versão da história. Janaina contou que conhece Nelson em uma média de 3 anos. Ele era o rapaz responsável em realizar a manutenção e limpeza dos carros da família da empresária. Por conta disso, Janaina e Nelson ficaram próximos e fortaleceram uma amizade.

“Nelson era meu amigo, frequentava minha casa, meu conv√≠vio, sabia de muita coisa sobre a minha vida, pois confiava nele. Nunca tive outra inten√ß√£o com ele. Sempre procurei ajud√°-lo, sabia que ele tinha uma m√£e paciente renal, ent√£o quando ele precisava sempre liberava o meu carro para ele lev√°-la ao m√©dico ou quando ela precisava fazer¬†hemodi√°lise. Por√©m nunca tive maldade”, comentou.

Entre essas idas de Nelson na casa da empres√°ria, a m√£e de Janaina o chamou para conversar, para esclarecer que a filha era homossexual. “Minha m√£e come√ßou a perceber que Nelson n√£o me olhava com olhar de amiga, mas que tinha outras inten√ß√Ķes e por isso que ela contou pra ele sobre a minha op√ß√£o sexual, algo que sempre foi mais reservado para meus familiares”, completou.

Ap√≥s a conversa entre a m√£e da empres√°ria e Nelson, Janaina tentou se afastar de Nelson ou se manter um pouco mais distante. “Continua a levar o carro pra ele realizar a limpeza, pois sei que ele √© um √≥timo profissional. Entre essas idas para deixar o carro, as vezes o Nelson ficava uns dois dias com meu carro, pois sempre precisava para atender as demandas da m√£e dele e eu nunca fui de negar, pois sa√ļde √© algo s√©rio. Foi ent√£o, que uns amigos vieram me orientar, dizendo que tinham visto o Nelson circular com meu carro cheio de mulheres durante a noite. Fiquei preocupada, pois soube pelos meus amigos que Nelson n√£o tinha carteira de habilita√ß√£o, ent√£o limitei o empr√©stimo do ve√≠culo”, disse Janaina.

A empres√°ria afirmou que o servi√ßo de Nelson sempre foi remunerado e nunca nada foi feito de favor ou por troca de servi√ßo. “Emprestava o carro, pois sempre soube que ele precisava, especialmente por conta da sa√ļde da m√£e do Nelson”. Na virada do ano, Janaina procurou Nelson para realizar a limpeza do autom√≥vel. “Deixei meu carro com ele e o combinado que ele fosse entreg√°-lo durante a noite, mas ele veio aparecer bem depois da meia noite”. Quando Nelson apareceu, Janaina foi deix√°-lo em casa e no meio do caminho explicou que a situa√ß√£o n√£o poderia voltar acontecer.

Quando eles chegaram na frente da casa do Nelson, o mesmo disse a Janaina que como ele sabia que ele n√£o voltaria a encontr√°-la, tentou agarr√°-la. “Fiquei totalmente constrangida, pois ele veio pra cima de mim. N√£o pensei duas vezes e dei um empurr√£o no Nelson, pois nenhuma mulher merece passar por isso. As pessoas precisam respeitar o pr√≥ximo. Ele confundiu minha amizade, pois nunca quis nada com ele. Tenho um relacionamento com uma pessoa”, detalhou.

Ap√≥s ser rejeitado por Janaina, Nelson procurou a namorada de Janaina e tentou difam√°-la. Por conta disso, a empres√°ria foi at√© a casa do rapaz que foi atendida pela irm√£ do rapaz, conhecida apenas por Talita, pediu para falar com o Nelson. “A Talita me conhece, ent√£o disse que o Nelson estava deitado e me convidou para entrar. ela disse: “Entra mana! Ele est√° no quarto!”. Quando Janaina entrou, encontrou Nelson no quarto e come√ßou a falar para ele parar de procur√°-la e se meter na vida dela, pois ele n√£o tinha este direito. “Foi ent√£o que ele se levantou e veio para me agredir. Eu me defendi como pude, mas nunca fui acompanhada ou invadi a casa dele como est√£o dizendo”, explicou.

Depois do ocorrido, Janaina voltou para casa e n√£o teve mais nenhum contato com o Nelson. “Quando foi ontem, soube que v√°rios portais e blogs da cidade estavam publicando uma vers√£o sobre o ocorrido por meio de rapaz que se chama Marcelo Generoso. Este que se diz ser irm√£o do Nelson, mas nunca conheci este rapaz”, disse.

O Generoso

Marcelo Generoso disse ao No Amazonas √© Assim que v√°rias vezes tentou contato com a empres√°ria por meio celular e mensagens, mas nunca tem um retorno. “Esta n√£o √© a primeira vez que esta mo√ßa aparece na frente da casa da minha m√£e para fazer um esc√Ęndalo como este. Eu tenho testemunha que ela estava com outras pessoas armadas. Os vizinhos viram, o carro foi fotografado e estou procurando as provid√™ncias para resolver esta situa√ß√£o. Ela invadiu a casa da minha m√£e e agrediu meu irm√£o, √© isso que me irritou e vamos buscar nossas provid√™ncias”, informou.

Ambas as partes afirmam que vão procurar a polícia para resolver o caso.

Coment√°rios