Home Notícias Polícia Empresário que matou Sargento da PM disse que estava a 40 km/h e foi liberado em seguida

Empresário que matou Sargento da PM disse que estava a 40 km/h e foi liberado em seguida

1 min - tempo de leitura
8

Na manhã desta quinta-feira (15) o empresário Clovis de Oliveira Maia Filho, 35, se apresentou na Delegacia Especializada de Acidentes de Trânsito (Deat) e deu a sua versão sobre o fato na qual ele atropelou e matou o sargento PM Sérgio Ramos dos Santos, de 49 anos.

Clóvis disse em depoimento ao delegado Luiz Humberto Monteiro que estava apenas a 40 km/h quando por volta das 16h, colidiu sua BMW de cor banca e placa PHY-5250 com a moto do Sargento.  Clóvis fugiu do local sem prestar socorro na Avenida Santos Dumont ( conhecida popularmente como estrada do Aeroporto), no último dia 8 de fevereiro.

O empresário foi indiciado por homicídio culposo (quando não tem intenção de matar), e logo em seguida foi liberado.

É mole?

Empresário que matou Sargento da PM disse que estava a 40 km/h e foi liberado em seguida
Empresário que matou Sargento da PM disse que estava a 40 km/h e foi liberado em seguida

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Aleam antecipa pauta da próxima semana com oito Projetos de Lei e cinco vetos do governo

  A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) vai colocar em votação, na próxima sem…