Energia elétrica: será eliminada cobrança extra em abril

3

A partir de abril (1º), o consumidor deverá pagar menos pela energia. A redução será possível com a adoção da bandeira verde no sistema de bandeiras tarifárias. Sistema de bandeiras começou a valer em janeiro de 2015. Foi criado para bancar a operação das energias térmicas que produzem energia mais cara.

Amazonenses pagarão ainda mais caro pela energia
Imagem de Divulgação

A medida deverá baratear a conta de luz em aproximadamente 10%, entre os custos de janeiro e abril. O Ministério de Minas e Energia definiu que a partir desse mês a bandeira vigente será a verde, ou seja, o consumidor já vai sentir um refresco agora em março.

O ministro Eduardo Braga, anunciou a decisão após reunião com o diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Romeu Rufino, e do presidente do ONS (Operador Nacional do Sistema).

Loading...

A explicação vem dos reservatórios das regiões Sudeste e Centro-Oeste, que são responsáveis pelo abastecimento de mais de 70% do sistema elétrico. Com a chuva, o nível subiu para mais de  50%. O nível na região Nordeste está em 31%  Com isso, o governo pode desligar as usinas térmicas, que geram energia mais cara. Outros fatores que ajudaram na decisão são a entrada em operação de novas usinas hidrelétricas e a queda no consumo de energia.

Em uma conta aproximada, quando a bandeira passar para amarela, a conta de luz será reduzida em mais 3%, além dos 3% de desconto já dados fevereiro: a bandeira vermelha passou do patamar 2 para 1 (a chamada “bandeira rosa”). Com o novo corte, entre o que o consumidor pagou em fevereiro e o que pagará em abril deve ficar 6,5% mais baixo, em média.

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook