Entrevista com o “cara das pesquisas” em Manaus, Eric Barbosa, diretor da Pontual

888

Você já se perguntou como é possível prever o resultado de uma eleição ou saber qual a opinião da maioria das pessoas sobre determinada questão? A resposta é: Pesquisas.
De acordo com nosso entrevistado, Eric Barbosa “as pesquisas têm o poder de orientar uma tomada de decisão, ou diagnosticar uma situação especifica em uma determinada população no espaço de tempo”.

Na última eleição, nós do No Amazonas é Assim acompanhamos a corrida para Prefeitura de Manaus. Agora em 2017, estamos de “olho’’ nas pesquisas publicadas para o próximo governador do Amazonas e presidente do Brasil em 2018. Afinal, quem não tem curiosidade para saber o que as pessoas estão pensando sobre próximo ano.

Loading...

Para falar sobre esse assunto, convidamos o “cara dos números” em Manaus, Eric Barbosa, diretor da Pontual.

Entrevista com Eric Barbosa, diretor da Pontual Pesquisas / Divulgação
Entrevista com Eric Barbosa, diretor da Pontual Pesquisas / Divulgação

Confira a entrevista:

Redação: Eric, seja bem vindo! Você poderia falar um pouco para nosso leitor o que é pesquisa?

Eric Barbosa: Olá Marcus, agradeço o convite, e gostaria de mandar um abraço para todos os leitores do seu portal. Bom, pesquisa é quando eu preciso responder uma questão específica, e para isso, eu utilizo um método cientifico.

Redação: Pelo jeito que você fala, deve ser difícil né? pois como é possível você prever como um determinado político está ganhando ou perdendo uma eleição em uma cidade grande como Manaus?

Eric Barbosa: Vamos lá, necessariamente nós não precisamos ouvir toda a população, para isso, realizamos um cálculo estatístico para determinar uma amostra, ou seja, um grupo de pessoas que serão entrevistadas para representar a população.

Redação: Cite um exemplo de como funciona?

Eric Barbosa: Vamos dizer que você quer saber qual marca de refrigerante é a preferida em Manaus. Nós elaboramos um questionário que vai constar as opções de refrigerante que existem; Baré, Coca Cola, Fanta e outros. Depois, vamos determinar uma amostra, considerando quantidade de homens e mulheres (IBGE diz que temos mais mulheres que homens), considerando quantidade de entrevistas que serão feitas na cidade (Zona Norte e Leste tem mais moradores que outras zonas), neste caso as pessoas entrevistadas devem ter hábito de beber refrigerante, se não bebe refrigerante não tem como opinar. Por fim, com a quantidade de entrevistas determinadas, vamos para as ruas coletar os dados. Após as entrevistas, partimos para a análise de dados. Assim, vamos saber a marca preferida, por zonas.

Redação: Tem que gostar de números né? tem que saber fazer, é assim no caso das pesquisas políticas?

Eric Barbosa: Sim, como no exemplo do refrigerante, nós realizamos pesquisas para saber qual candidato tem a preferência da maioria da população, também, qual o perfil das pessoas que votam neste candidato. Exemplo, idade, escolaridade, religião, situação econômica.

Redação: Certo!, Isso já serve para definir estratégias de marketing? Ou seja, convencer as pessoas que este candidato tem as melhores propostas, certo?

Eric Barbosa: Sim, isso mesmo! Digamos que as pesquisas acabam sendo uma espécie de “bússola”. Ou seja, elas orientam os candidatos durante a campanha, mas lembrando que são “fotografias” do momento.

Redação: Eric, explica essa expressão de “fotografia” nas pesquisas.

Eric Barbosa:Assim Marcus, pesquisas mostram a situação em um determinado momento, ou seja, um candidato pode estar 5% na frente do 2º colocado, mas de repente, um debate ou algum evento, esse mesmo candidato pode perder eleitores, e dentro de alguns dias perder o posto de 1º colocado. Por isso, que obedecemos um prazo máximo de 4 ou 5 dias para realizar as pesquisas.

Redação: Isso é verdade, ainda mais com a velocidade da informação através da internet.

Eric Barbosa: Sim, isso mesmo!

Redação: Todos políticos trabalham com pesquisas?

Eric Barbosa: Não, poucos! Geralmente só os principais líderes políticos, eles precisam de informação, informação é poder, principalmente no meio político.

Redação: Você também faz pesquisas antes da eleição, recentemente publicou um estudo apontando o Lula em 1º lugar. Lula pode ser presidente em 2018?

Eric Barbosa: Aqui em Manaus Lula está liderando, de acordo com nossos dados, deve ter cerca de 20 a 30% das intenções de votos, seguido por Bolsonaro.

Redação:  Bom, estamos vendo que Lula está bem enrolado nas investigações da Lava Jato, você acha possível ele ser eleito em 2018.

Eric Barbosa: Cedo para falar, mas caso ele não seja preso, tenha perda de direitos políticos ou algo assim, será um adversário de peso para qualquer um, isso pode apostar.

Redação: Lula tem carisma, né?

Eric Barbosa:O Lula sabe transitar e articular no meio político. Ele sabe dialogar em discurso do trabalhador ao empresário, é uma força política, se deixar ele andar e discursar, poderá ser eleito. Porém, também tem alta rejeição, o que pode pesar na disputa contra candidato “novo”.

Redação:  Uma disputa entre o Lula e Jair Bolsonaro seria uma briga boa, quem você acha que levaria?

Eric Barbosa:Seria 2 extremos em discurso. Também acho que seria uma boa acompanhar essa disputa. Mas acho que Bolsonaro tem muitos desafios para viabilizar uma candidatura presidencial. Afinal, precisa de composição de grupo e viabilidade financeira. Uma coisa sobre Bolsonaro é que ele não para de crescer nas pesquisas, em Manaus já chega na casa dos 10 a 15%.

Redação: Quanto ao governo do Amazonas em 2018, temos ouvido falar que Braga, Omar, Marcelo Ramos, Henrique Oliveira, Artur Neto podem ser candidatos. Algum desses tem mais chances de vencer, ou será que surgem alguém novo?

Eric Barbosa: Ainda é cedo, impossível apontar um favorito para 2018. O que temos são articulações acontecendo, Governador José Melo de um lado e Eduardo Braga de outro. Difícil surgir alguém “novo” que toque o coração do eleitor. As peças estão em movimento.

Redação: Verdade, Eric!

Redação: Eric, desde já gostaríamos de agradecer a disponibilidade e dizer que estaremos acompanhando o trabalho da Pontual. Vamos aguardar novas pesquisas e informar os seguidores do No Amazonas é Assim.

Eric Barbosa: Marcus, desde já agradeço o convite para falar sobre pesquisas. Convido a todos acompanhar o trabalho da Pontual, nossa empresa atua desde 2011 e acertou resultado da eleição de 1º e 2º turno para Prefeito de Manaus, ainda, acertamos resultado da eleição dos municípios de Coari, Rio Preto da Eva, Careiro Castanho, Autazes, Maués e Presidente Figueiredo, todas publicadas. Grande abraço, estamos à disposição.

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook