Essa poc fingiu ser dona de um Shopping e causou maior rebuliço na cidade!

453

Essa ‘poc’ fingiu ser dono do Shopping Palladium, em Recife e divulgou uma nota falsa selecionando 520 vagas pra diversas áreas (pedreiro, eletricista etc.) pra construir um shopping em 22 horas pra entrar no Guinness Book, fez mais 3 mil desempregados ir até o local entregar currículo. O pessoal já tava lá às 3 da manhã na esperança de um emprego.

Ele deu até entrevistas pra tv. A mãe dele viu, ligou pra Polícia e avisou que ele tem problemas mentais. Agora a cidade td ta rindo e chorando.

Jovem que anunciou falso shopping no Cabo sofre de transtorno mental, diz mãe
Jovem que anunciou falso shopping no Cabo sofre de transtorno mental, diz mãe

O anúncio de uma seleção de emprego levou milhares de pessoas ao Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, na manhã desta terça-feira (20). Muita gente acreditou na oferta, divulgada nas redes sociais do “Shopping Palladium”, e se amontoou em frente a um galpão, na BR-101, para entregar currículos. No entanto, de acordo com a Polícia Civil, a promessa de mais de 500 vagas em um centro comercial que seria construído no local não passou de uma fantasia. O jovem que se apresentou como empreendedor sofre de um transtorno mental, segundo o delegado Mamedes Oliveira.

“Tudo isso trata-se de uma fantasia. Ele sofre de transtornos psicológicos e vem sendo acompanhado pelo Centro de Atenção Psicossocial (Caps) do Cabo. Ele inventou essa situação, teve acesso a locais que não deveria, inclusive ao prédio”, explicou o delegado.

Os pais do rapaz foram ouvidos na delegacia da cidade e levaram documentos que comprovam o transtorno. “Para ele, acho que é natural. Não sei nem explicar. Ele tem problema bipolar”, relatou a mãe.

“Ele não queria prejudicar ninguém. Ele criou e achou que ia dar certo, queria ajudar muitas pessoas. A mente dele criou tudo isso. Na verdade, ele nem sabe a proporção do que causou”, acrescentou.

O delegado destacou que, até o momento, não há registro de crime. “Não vislumbro, até o momento, nenhum crime. Talvez alguém que sinta lesado possa acioná-lo judicialmente, o que não fica a cargo da Polícia Civil”.

Prefeitura registrou Boletim de Ocorrência

Na delegacia, o secretário de Comunicação do Cabo de Santo Agostinho, Emerson Barros, informou que a prefeitura da cidade se sentiu vítima e registrou um Boletim de Ocorrência. “A prefeitura é vítima desse processo a partir do momento em que é citada dizendo que foi dada entrada em projetos, protocolos, formalizando a construção desse empreendimento. Em nenhum momento a prefeitura foi procurada”, explicou.

O secretário ainda alertou quem está a procura de um emprego. “Muitas vezes, somos envolvidos por informações que circulam nas redes sociais, e esquecemos de consultar a fonte. Um detalhe importante é procurar a prefeitura, através do Controle Urbano, para saber se o empreendimento existe”, disse.

Falsa seleção causou tumulto

Em busca de emprego, milhares de pessoas formaram uma fila em frente ao galpão onde foi anunciado que seria construído o shopping. Houve tumulto e a Polícia Militar chegou a ser acionada. No local, o jovem que se passou por empreendedor chegou a dar entrevistas, informando seus planos para a contratação de 520 funcionários para vagas em áreas como vendas, serviços gerais e pintura.

Às 18h51 desta terça-feira (20), o perfil do falso empreendimento no Instagram não estava mais disponível.

Comentários