Estudante adolescente é assaltado no caminho da igreja e depois linchado após pensarem que ele era o bandido

370

Na tarde de ontem (5), por volta das 18h, o estudante Kayube de Carvalho Oliveira, de apenas 16 anos, foi linchado at√© a morte. As principais agress√Ķes contra ele se deram a partir de pauladas em todas as partes do corpo.

O crime ocorreu na Comunidade Val Para√≠so, bairro Jorge Teixeira 4 na zona leste de Manaus. Informa√ß√Ķes ainda est√£o desencontradas. Algumas testemunhas do local disseram que tratou-se de um latroc√≠nio, que o jovem estava a caminho da igreja, quando foi abordado pelos criminosos e teve os pertences levados (celular e roupa), depois apanhou at√© n√£o aguentar mais e foi jogado morto em um igarap√©.

Os familiares, porém, garantem que a versão é outra. Eles dizem que Kayube foi confundido com um assaltante e sem pestanejar um grupo supostamente formado por mototaxistas, que estavam armados com facão e pedaços de madeira, partiram para o linchamento contra o adolescente.

Kayube de Carvalho Oliveira foi linchado (Foto: Raquel Miranda)
Kayube de Carvalho Oliveira foi linchado (Foto: Raquel Miranda)

De acordo com relatos do primo Alfredson Mendon√ßa Alencar, 31, o jovem saiu do s√≠tio da m√£e, pr√≥ximo √† Rua Paracanaxi, por volta das 16h e n√£o retornou mais. ‚ÄúUns homens tentaram roubar ele, quando perceberam a popula√ß√£o se aproximando, come√ßaram a gritar, dizendo que ele era ladr√£o. Meu primo era um menino de bem, da igreja, estudava no Col√©gio Militar e fizeram essa brutalidade com ele‚ÄĚ, lamenta.

Linchamento ocorreu na Comunidade Val Paraíso (Foto: Raquel Miranda)
Linchamento ocorreu na Comunidade Val Paraíso (Foto: Raquel Miranda)

O jovem foi atingido com várias pauladas na cabeça e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local. Familiares ainda relataram que Kayube teve pertences, como tênis, relógio, celular e carteira roubados. Os suspeitos da agressão que levou a vítima à morte ainda não foram identificados e o caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Estudante é assaltado e depois linchado por populares após pensarem que ele era o bandido / Foto : Divulgação
Estudante é assaltado e depois linchado por populares após pensarem que ele era o bandido / Foto : Divulgação

Na cena do crime, os peritos criminais do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC) confirmaram que a vítima foi morta a pauladas e terçadadas, inclusive com vários golpes na região da cabeça. Junto ao corpo foi encontrado uma estaca (pedaço de madeira) usada para matar o jovem.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, na Zona Norte da capital. A motivação do crime será investigada pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Estudante é assaltado e depois linchado por populares após pensarem que ele era o bandido / Foto : Divulgação
Estudante é assaltado e depois linchado por populares após pensarem que ele era o bandido / Foto : Divulgação

Coment√°rios