Famosa jornalista sofre terror na madrugada enquanto família inteira é feita refém no bairro Santo Antônio

660

Madrugada de pânico e terror para o casal de jornalistas Maritana Santos e Nilsandro Junnior, na residência do pai da repórter no bairro Santo Antônio, zona oeste de Manaus, onde também funciona uma distribuidora de água e gás de propriedade da família.

Geladão Bebidas, no bairro do Santo Antônio / Divulgação

Durante a madrugada deste sábadoo (3), a família foi feita refém por mais de três horas, durante um assalto a casa do pai dela. De acordo com Nilsandro, o casal, o filho de 11 anos, e os sogros dormiam, por volta de 1h, quando quatro homens invadiram a residência. O pai de Maritana percebeu uma movimentação estranha e desceu as escadas para ver o que acontecia. Nesse momento ele foi rendido por um dos assaltantes. Júnnior e os familiares também foram rendidos logo em seguida e levados para o escritório. Eles tiveram as mãos, os pés amarrados e foram amordaçados.

Jornalista Maritana Santos, repórter da Rede Amazônica, e o Jornalista Nilsandro Junnior / Divulgação
Jornalista Maritana Santos, repórter da Rede Amazônica, e o Jornalista Nilsandro Junnior / Divulgação

Os criminosos a todo momento pediam dinheiro, antes de sairem, fizeram uma limpa e levaram quase tudo da residência, pertences pessoais, objetos de valor, eletrônicos, quantia em dinheiro e o carro do pai da vítima, um 206 Peugeot cinza JWY 3548.

Jornalista Maritana Santos, repórter da Rede Amazônica, e o Jornalista Nilsandro Junnior / Divulgação Arquivo Pessoal
Jornalista Maritana Santos, repórter da Rede Amazônica / Reprodução Twitter

Nilsandro disse que o crime foi premeditado e que os assaltantes chegaram ligar para o mandante para informar que não havia dinheiro em grande quantidade na casa. Por volta das 3h30 da manhã eles deixaram o local. O caso foi registrado e a polícia tenta identificar os suspeitos.

Jornalista Maritana Santos, repórter da Rede Amazônica, e o Jornalista Nilsandro Junnior / Divulgação Arquivo Pessoal
Jornalista Maritana Santos, repórter da Rede Amazônica, e o Jornalista Nilsandro Junnior / Divulgação Arquivo Pessoal

Comentários