Inicial Entretenimento Famosos e TV Felipe Araújo pede teste de DNA para provar paternidade de seu filho com modelo

Felipe Araújo pede teste de DNA para provar paternidade de seu filho com modelo

A modelo Caroline Marchezi fez um desabafo sobre o momento que viveu no hospital e que na sequência se sentiu até constrangida após o cantor Felipe Araújo ter pedido um teste de DNA. A entrevista foi concedida à Antônia Fontenelle, atriz e youtuber. A mãe de Miguel ainda falou o motivo da decisão do cantor.

De acordo com Caroline, logo após o nascimento de Miguel, o cantor causou uma confusão sobre o tipo sanguíneo do menino e pediu que a advogada o acompanhasse na maternidade.

Um dia antes do nascimento , Caroline contou que o advogado dela havia recebido uma ligação de que a mulher estaria junto à Felipe no momento do parto. “Meu advogado me ligou na noite anterior para falar que a advogada do Felipe estaria presente na hora do parto. Ela tinha me faltado ao respeito diversas vezes durante a gravidez . Eu pedi então para meu advogado, que é um amigo de infância, ir para lá também. Minha bolsa estourou, meu filho nasceu sem chorar, não me entregaram ele na hora, foi bem tenso. Na maternidade, ela (a advogada) ficava circulando, colhendo informações com meus familiares e amigos para colocar no processo.”disseCaroline.

Miguel mora com a mãe em Vitória (Foto: reprodução / Instagram @carolmarchezi)

A ainda lembrou de uma situação que a deixou bastante incomodada: “Ela virou para minha vó, uma senhora de 80 anos de idade, e falou: ‘que bom, a senhora pode ajudar a cuidar do Miguel’. No e-mail anterior a ação judicial ela chegou a dizer que eu não precisava de babá e nem de secretária do lar porque eu tinha a minha mãe e minha avó ao meu dispor”, revelou a jovem.

No desabafo, Caroline disse que a advogada de Felipe a fez chorar por causa do exame de DNA: “Ela me fez chorar porque tinha um fotógrafo, fotografando eu e meu filho e ela pediu que eu não postasse fotos do meu filho até sair o exame de DNA. Ela sempre deixou claro que o Felipe só ia registrar o Miguel depois de feito o DNA e quem é mãe fica agoniada para registrar logo. Mesmo depois de colhido o material para o DNA, eu continuei passando constrangimento, porque o meu sangue é O positivo, o do Felipe é A positivo. E o Felipe achava que o dele era O positivo, mesmo sem nunca ter feito nenhum exame”.

Ainda no relato, a mãe confessou ter se sentido constrangida com o jeito que a olhavam no hospital: “Eu me vi em outro constrangimento, eu percebi os olhares se direcionando a mim de forma maldosa. Mesmo depois de ter sido colhido o material. Eu então pedi para que fizessem exame de sangue do Felipe e viram que o dele é igual ao do Miguel, A positivo”, concluiu.

O casal está oficialmente separado desde outubro de 2018, e o Miguelzinho nasceu em fevereiro de 2019. Essa disputa foi parar na justiça relacionada à pensão do filho do casal.  Inicialmente, Felipe ofereceu R$ 2.000 de pensão e, posteriormente, R$ 7 mil – embora o cantor tenha dito em uma entrevista ao colunista Leo Dias que paga cerca de R$ 11 mil, valor desmentido por Marchezi. Agora, ela pretende ir além da questão do dinheiro, uma vez que considera o cantor um “pai ausente”.

“Muita gente acha que, juridicamente, ser pai é quitar a pensão alimentícia. A gente está estudando a possibilidade de talvez entrar com danos morais, por indenização. Mas o cerne dessa questão é o conceito moral de paternidade. O aspecto moral de ser pai. É isso que a gente vai trazer à tona”, diz o advogado de Marchezi, Newton Dias, ao F5. A reportagem procurou a assessoria de Felipe Araújo, e aguarda um posicionamento do cantor.

Dias diz que “contar migalhas, com o que ele está faturando, vai além da legalidade, é uma questão de exemplo, até como artista”, e questiona qual o exemplo que é passado com uma situação como essa: “Você quer só o que está escrito e detalhado para o seu filho, ou quer tudo do bom e do melhor? Quer dar só a pensão, ou amor incondicional ao seu filho?”

Ele diz ainda que torce para que Araújo se conscientize sobre a questão, e enxergue Marchezi não como uma adversária, mas como a mãe de seus filhos. Por ser um assunto que envolve um menor de idade, ele afirma que Marchezi passará a abordar o assunto de forma mais restrita.

Em entrevista à Folha, no lançamento do seu DVD, Felipe disse que ele e a mãe de seu filho tiveram um relacionamento, mas hoje são apenas amigos. “Ela é muito amiga minha, uma amiga que vou carregar para sempre na minha vida, principalmente agora”, afirmou o cantor. Ela, por sua vez, acredita que Araújo está agindo sob influência de pessoas ao redor dele.

Em setembro de 2018, o cantor publicou um vídeo em seu Instagram sobre o assunto. “A gente não está junto, mas a gente tem uma relação muito boa. E eu tenho certeza que ela vai ser uma grande mãe e eu vou me esforçar ao máximo para ser o melhor pai possível para o Miguelzinho que está vindo por aí”, contou.

Miguel mora com a mãe em Vitória (Foto: reprodução / Instagram @carolmarchezi)

Comentários

  • Felipe Araújo pela primeira vez em Manaus - Se pegar cê chora / Foto : Divulgação

    Felipe Araújo fará show pela primeira vez em Manaus

    Felipe Araújo nasceu na cidade de Goiânia, no dia 02 de julho de 1995. E desde pequeno est…
Carregue Mais Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta