Página Inicial Notícias Amazonas Festival Afro-Amazônico Virtual reunirá artistas, mestres populares e comunidades indígenas e quilombolas

Festival Afro-Amazônico Virtual reunirá artistas, mestres populares e comunidades indígenas e quilombolas

4 minutos de leitura
22

Nesta sexta-feira (10/07), às 18h, será realizado o Festival Afro-Amazônico Virtual, com a participação de artistas, mestres populares, indígenas, quilombolas e manifestações culturais em uma transmissão no YouTube (canal Instituto Cultural Ajuri – Inca). A live marca a data de abolição da escravatura no Amazonas e também apoiará a campanha “Amazônia Contra a Covid”, que busca arrecadar recursos em apoio a comunidades indígenas localizadas em municípios onde a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) desenvolve atividades acadêmicas.

Djuena Tikuna
Djuena Tikuna

O presidente da ONG Instituto Cultural Ajuri (Inca), Marcos Moura, explica que o evento tem como missão combater o racismo estrutural, preconceito e exclusão, dando voz às comunidades indígenas e quilombolas. “Ganhamos apoio de vários artistas para este propósito e também vamos contribuir com a campanha da Ufam para ajudar as comunidades indígenas que estão enfrentando essa triste pandemia. É papel da arte e o dever social do nosso instituto”, ressalta.

Entre os artistas e personalidades confirmados, segundo Moura, estão Nilson Chaves (Belém-PA), Mestre Silvan Gavão (Alter do Chão-PA), Mestre Chico Malta (Alter do Chão-PA), Patrícia Bastos (Macapá-AP), Magda Pucci do Grupo Mawaca (São Paulo-SP), Boi de Morros (São Luís-MA), babalaô Ivanir dos Santos (RJ), Márcia Kambeba (São Paulo de Olivença-AM), James Rios (Manaus-AM), Djuena Tikuna (AM) e Márcia Novo (Manaus-AM).

“Além destas atrações, teremos a banda anfitriã, que é a banda Ajuri, com mais de 36 anos de estrada, liderada por mim, que estará ao vivo de Parintins. Os demais artistas estarão em suas cidades e vão mandar suas participações em vídeos”, revela. “E também teremos mais de 15 participações de lideranças indígenas de diferentes aldeias e etnias, e também de representantes das comunidades quilombolas para falarmos de suas bandeiras e resistências, e revelar uma Amazônia irmanada, unida por uma causa solidária”, declara.

Durante a transmissão, será disponibilizado um QR Code para o público contribuir com doações. Para mais informações sobre o evento: (92) 99360-4978.

Márcia Novo
Grupo Ajuri
James Rios
Patricia Bastos
Patricia Bastos
Márcia Kambeba
Márcia Kambeba
Silvan Galvão
Silvan Galvão

Comentários

Carregue Mais Artigos Similares
Carregue Mais Por Marcus Pessoa
Carregue Mais Em Amazonas

Deixe uma resposta