Home Notícias Polícia Filha do cantor Belo é presa por formação de quadrilha com mais 11 mulheres. Golpes eram milionários!

Filha do cantor Belo é presa por formação de quadrilha com mais 11 mulheres. Golpes eram milionários!

3 min - tempo de leitura
121

Mais um triste episódio manchará a reputação do cantor Belo, dessa vez, quem está com bronca na polícia é a sua filha Isadora Vieira.

Isadora foi presa por integrar uma quadrilha de doze mulheres, que lucrou até R$ 1 milhão por mês aplicando golpes de cartão de crédito. As suspeitas foram presas nesta quarta-feira (11), no Rio de Janeiro.

Os golpes vitimavam, em sua maioria, idosos e consistiam em conseguir pegar informações como senhas e também conseguir o cartão de crédito das vítimas. O grupo foi desarticulado pela Delegacia de Combate às Drogas (DCOD).

As doze são suspeitas de participação em uma quadrilha especializada em golpes por meio eletrônico para o tráfico de drogas do Complexo da Maré, Zona Norte do Rio de Janeiro.

A delegacia especializada apontou que os líderes de facção criminosa têm utilizado as fraudes bancárias como um novo braço para abastecer o tráfico de drogas.

Golpe

A polícia apreendeu nove máquinas de cartão, telefones celulares, 11 notebooks, 50 cartões de créditos, além de outros materiais utilizados nos crimes.

O golpe aplicado pela quadrilha é conhecido como “golpe do motoboy”, que consiste em um estelionatário se passar por um gerente de banco, que liga para a vítima, avisando de um problema no cartão de crédito. Esse problema pode ser uma compra não autorizada ou uma tentativa de clonagem. Depois, o golpista manda um motoboy recolher o cartão para “análise”.

Belo se pronuncia

O cantor se manifestou sobre a prisão da filha: “Estou muito surpreso e arrasado com tudo isso. Eu não sabia de absolutamente nada, falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento”.

Em 2003, Belo foi preso acusado de associação com o tráfico de drogas após a polícia ter acesso a seus telefonemas com traficantes da Favela do Jacarezinho, no Rio. O cantor cumpriu quatro dos seis anos de prisão e teve a pena extinta pela Justiça em 2010.

Filha do Belo

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

David garante que Manaus terá o apoio da bancada do Congresso

O prefeito eleito de Manaus, David Almeida (Avante), revelou agora há pouco, durante entre…