Home Notícias Internacional Fim do mundo será nesta sexta-feira, segundo Teoria apocalíptica

Fim do mundo será nesta sexta-feira, segundo Teoria apocalíptica

1 minutos lido
16

Uma nova teoria apocalíptica afirma que o mundo vai acabar nesta sexta­-feira (29/07). De acordo com os criadores do canal do Youtube End Time Prophechies (profecias do fim dos tempos), o planeta Terra chegará ao fim neste 29 de julho de 2016 por causa de uma combinação de eventos que eles explicam em um vídeo.
Entre as principais explicações, é a queda de vários corpos celestes em nossa atmosfera nesta sexta, que resultará numa cadeia interminável de terremotos que irão extinguir a humanidade. Isso seria resultado de uma reversão do campo magnético dos polos, um fenômeno pouco frequente na história da Terra e considerado um prenúncio para desgraças irreversíveis.

Coincidência ou não, na noite de quinta (28/07), às 21h horário de Brasília, uma chuva de meteoros Delta Aquarídeas foi sendo transmitida ao vivo pelo Youtube.

Entre as principais explicações, é a queda de vários corpos celestes em nossa atmosfera
Entre as principais explicações, é a queda de vários corpos celestes em nossa atmosfera

”Fim do mundo” deve  atrair milhares de pessoas no México

“O flip polar vai criar um vácuo e as oscilações da Terra vão puxar a atmosfera para baixo”, e “O terremoto global vai ser tão forte que todas as colinas e montanhas vão desmoronar” são algumas das alegações do vídeo, que em compensação, não apresenta nenhuma base científica.

A teoria é mais uma entre várias que se espalharam ao longo da história. A de maior sucesso nesta década foi a do fim do calendário Maia, civilização que “previu” o fim do mundo para o dia 21 de dezembro de 2012. A teoria gerou até um filme de hollywood, “2012”, estrelado por John Cusack.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Internacional

Deixe uma resposta

Leia Também

Cartel mexicano utiliza eBay para comprar equipamentos militares

  Fundado em setembro de 1995 nos Estados Unidos, por Perre Omidyar, engenheiro de so…