Funcion√°rios paralisam atividades em v√°rios hospitais do Governo

29

Na ter√ßa-feira (22/12) em Manaus, funcion√°rios de empresas cooperativas de sa√ļde, (dentre eles m√©dicos, enfermeiros e t√©cnicos) paralisaram parcialmente suas atividades em pelo menos 4 unidades, administradas pelo Governo do Estado do Amazonas.

O protesto √© pela falta de pagamento dos sal√°rios,¬† o sal√°rio atual √© feito at√© o 5¬ļ dia √ļtil de cada m√™s, mas at√© o momento n√£o foi efetuado, assim como a parcela do 13¬ļ sal√°rio.

Ocorreram manifesta√ß√Ķes na Maternidade Ana Braga, zona leste, Maternidade Balbina Mestrinho e no Instituto de Sa√ļde da Crian√ßa do Amazonas (Icam), ambos na zona sul. Na Funda√ß√£o Centro de Controle de Oncologia (FCecon) tamb√©m houve paralisa√ß√£o pela na tarde de ter√ßa-feira (22/12) nos servi√ßos de enfermagem.

De acordo com a Secretaria de Estado de Sa√ļde (Susam), as paralisa√ß√Ķes n√£o prejudicaram no atendimento das unidades de sa√ļde. Informou tamb√©m que o Governo do Estado j√° autorizou a quita√ß√£o dos pagamentos pendentes.

S√£o esperadas para esta quarta-feira novas (23/12) paralisa√ß√Ķes nos dois principais Pronto-Socorros da cidade de Manaus, o 28 de Agosto, zona centro sul, e o Hospital Jo√£o L√ļcio, na zona leste.

Foto: Indiara Bessa
Foto: Indiara Bessa

Coment√°rios