Funcionários paralisam atividades em vários hospitais do Governo

9

Na terça-feira (22/12) em Manaus, funcionários de empresas cooperativas de saúde, (dentre eles médicos, enfermeiros e técnicos) paralisaram parcialmente suas atividades em pelo menos 4 unidades, administradas pelo Governo do Estado do Amazonas.

O protesto é pela falta de pagamento dos salários,  o salário atual é feito até o 5º dia útil de cada mês, mas até o momento não foi efetuado, assim como a parcela do 13º salário.

Ocorreram manifestações na Maternidade Ana Braga, zona leste, Maternidade Balbina Mestrinho e no Instituto de Saúde da Criança do Amazonas (Icam), ambos na zona sul. Na Fundação Centro de Controle de Oncologia (FCecon) também houve paralisação pela na tarde de terça-feira (22/12) nos serviços de enfermagem.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), as paralisações não prejudicaram no atendimento das unidades de saúde. Informou também que o Governo do Estado já autorizou a quitação dos pagamentos pendentes.

Loading...

São esperadas para esta quarta-feira novas (23/12) paralisações nos dois principais Pronto-Socorros da cidade de Manaus, o 28 de Agosto, zona centro sul, e o Hospital João Lúcio, na zona leste.

Foto: Indiara Bessa
Foto: Indiara Bessa

Comentários

comentários

Curta nossa página do Facebook