Garota de programa que comandou roubos a mans√Ķes de SP cumprir√° pena em casa

267

Presa em julho do ano passado no interior de São Paulo, mais precisamente na cidade de Sorocaba, a garota de programa Bruna Antunes Aguilar , de apenas 22 anos de idade, foi autorizada a deixar a prisão e deverá cumprir a pena imposta pela Justiça paulista em sua casa.

Bruna Aguillera / Reprodução/Facebook
Bruna Aguillera / Reprodução/Facebook

Conhecida como ‘Bruna Aguilera’, a garota de programa foi apontada pelos investigadores da Pol√≠cia Civil como l√≠der de uma quadrilha especializada em roubos a mans√Ķes e condom√≠nios de alto padr√£o nas regi√Ķes de Sorocaba, Capela do Alto e Tatu√≠. Ela responde a duas a√ß√Ķes penais na Justi√ßa : uma por furto e outra por conta de duas armas encontradas em seu apartamento na ocasi√£o de sua pris√£o.

Bruna foi condenada nesse segundo processo a cumprir quatro anos de detenção em regime inicial aberto por crimes de posse ilegal de arma e posse de arma de uso restrito com numeração raspada.
Bruna Aguilera j√° tinha passagens por furto

Bruna Aguillera / Reprodução/Facebook
Bruna Aguillera / Reprodução/Facebook

Bruna Aguilera j√° tinha passagens por furto

O juiz respons√°vel pelo caso na 4¬™ Vara Criminal do Foro de Sorocaba, Cesar Lu√≠s de Souza Pereira, imp√īs o pagamento de apenas dez dias-multa “de menor valor” √† jovem. De acordo com o C√≥digo Penal, o valor mais baixo para cada dia-multa equivale a 1/30 do sal√°rio m√≠nimo, o que representa R$ 31,80 atualmente. Multiplicada pelo total de 20 dias-multa previstos na senten√ßa, essa quantia chega a R$ 636.

O magistrado também cobrou o pagamento de 100 Ufesps (Unidade Fiscal do Estado de São Paulo) a título de pagamento das custas processuais. O valor da Ufesp está fixado em R$ 25,70.

Somadas as duas san√ß√Ķes pecuni√°rias, Bruna dever√° desembolsar um total de R$ 893 ap√≥s o tr√Ęnsito em julgado da decis√£o condenat√≥ria.

De acordo com o Conselho Nacional de Justi√ßa (CNJ), o cumprimento da pena em regime aberto deve ocorrer “em casa de albergado ou, na falta deste, em estabelecimento adequado, como, por exemplo, a resid√™ncia do r√©u”.

Além de poder retornar ao seu apartamento, Bruna também poderá sair para trabalhar durante o dia, devendo cumprir apenas com o recolhimento noturno.
Policiais encontraram jóias, relógios, perfumes e armas no apartamento de Bruna Aguilera, em Sorocaba

Bruna Aguillera / Reprodução/Facebook
Bruna Aguillera / Reprodução/Facebook

Policiais encontraram jóias, relógios, perfumes e armas no apartamento de Bruna Aguilera, em Sorocaba
Relembre o caso

De acordo com as investiga√ß√Ķes da Pol√≠cia Civil de Sorocaba (Deinter 7), Bruna Aguilera atuava junto a dois comparsas: Robson da Silva Aguiar, de 18 anos, e Bruno Felipe da Silva, de 19 anos de idade.

O grupo furtava mans√Ķes quando as resid√™ncias estavam vazias e, ainda segundo a pol√≠cia, os criminosos sabiam exatamente onde estavam guardados os objetos de valor. Isso fez com que os investigadores conclu√≠ssem que as v√≠timas eram conhecidas da quadrilha.

Para se certificar de que n√£o havia ningu√©m nas casas, os integrantes do grupo ora tocavam a campainha e aguardavam por uma resposta e ora contavam com informa√ß√Ķes privilegiadas, segundo explicou o delegado Marcelo Carriel, respons√°vel pelo caso.

√Ä √©poca das investiga√ß√Ķes, a Pol√≠cia Civil destacou que o trio “ostentava uma vida de luxo por meio das redes sociais” com o lucro dos furtos. Foram apreendidos nos endere√ßos da garota de programa e dos demais investigados uma s√©rie de j√≥ias, rel√≥gios de diversas marcas e modelos, perfumes, bijuterias, um carro modelo Ford Fusion, uma moto e R$ 80 mil em dinheiro.
Bruna Aguilera e comparsas

Bruna Aguillera / Reprodução/Facebook
Bruna Aguillera / Reprodução/Facebook

Bruna Aguilera e comparsas “ostentavam uma vida de luxo por meio das redes sociais”, segundo a Pol√≠cia

Coment√°rios