Governador Amazonino garante que abono do Fundeb em período eleitoral foi apenas coincidência

326

MANAUS ‚Äď O governador Amazonino Mendes (PDT), candidato √† reelei√ß√£o, disse em entrevista ao ATUAL que n√£o decidiu pagar o abono do Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educa√ß√£o B√°sica) aos professores do Estado em per√≠odo eleitoral, agora em setembro. Conforme o governador, o dinheiro est√° dispon√≠vel, mas em menor valor que o do ano passado, quando o governo federal repassou recurso extra. Amazonino classificou de ‚Äėfundebinho‚Äô os R$ 300 milh√Ķes recebidos em agosto. Em 2017, no mesmo per√≠odo, foram mais de R$ 300 milh√Ķes. Segundo Amazonino, foi coincid√™ncia o per√≠odo do repasse.

Debates insossos

O governador disse que n√£o tem evitado debates na TV. Amazonino afirmou que n√£o compareceu a alguns debates por compromissos j√° agendados que coincidiram com a data e hor√°rio e porque ‚Äúningu√©m assiste‚ÄĚ. ‚ÄúN√£o me furto de ir, embora entendo que o debate n√£o traz benef√≠cios ao eleitor porque n√£o h√° tempo para apresentar propostas. Voc√™ fica sujeito √† m√° educa√ß√£o de um ou de outro ou de uma maldade, ou um escorreg√£o, um desses falsetes que pode confundir o eleitor e mais nada. Mesmo os debates nacionais est√£o sendo insossos‚ÄĚ, classificou.

Governador Amazonino Mendes negou usar período eleitoral para pagar abono a professores com dinheiro do Fundeb (Foto: ATUAL)
Governador Amazonino Mendes negou usar período eleitoral para pagar abono a professores com dinheiro do Fundeb (Foto: ATUAL)

Com informa√ß√Ķes do Amazonas Atual

Coment√°rios