Home Notícias Polícia Governo do Amazonas aprova, na Aleam, pagamento de recompensa a policiais por armas de fogo apreendidas

Governo do Amazonas aprova, na Aleam, pagamento de recompensa a policiais por armas de fogo apreendidas

4 min - tempo de leitura
7

Foi aprovado, nesta quarta-feira (04/12), pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), o projeto de lei do Governo do Amazonas que institui pagamento de gratificação a policiais civis e militares da ativa que apreenderem armas de fogo. Em maio, o governador Wilson Lima havia assinado a Mensagem Governamental prevendo o pagamento de recompensas de R$ 300 a R$ 1.000.

“A participação dos deputados foi muito importante na aprovação deste projeto que vai reforçar o trabalho da segurança pública. Hoje, os policiais já fazem um volume considerado de apreensões e, com esse incentivo, deverão intensificar suas ações”, afirmou o titular da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), coronel Louismar Bonates.

De acordo com o secretário, o objetivo é retirar de circulação o maior número possível de armas de fogo para coibir outros crimes. “Queremos tirar as armas das mãos dos marginais e, com isso, reduzir o número de outros crimes como homicídios, roubos e latrocínios”, disse Bonates.

Neste ano, foram apreendidas mais de 1,7 mil armas, até setembro, o que significa um aumento de 10% em relação a igual período de 2018, conforme informações do Instituto de Criminalística do Departamento de Polícia Técnico-Científica (DPTC). Mais da metade das apreensões corresponde a revólveres e pistolas.

As apreensões são fruto do trabalho ostensivo e de Inteligência das Polícias Civil e Militar, coordenado pela SSP-AM.

Prêmio especial – Segundo o Projeto de Lei 566/2019, aprovado hoje, a recompensa será dada aos policiais que, “no exercício de suas funções, apreenderem armas de fogo em situação irregular”. A situação irregular está prevista na Lei Federal 10.826, mais conhecida como Estatuto do Desarmamento.

Cada arma corresponde a um valor de premiação de acordo com o potencial lesivo e as circunstâncias da apreensão. Além disso, está prevista uma premiação especial de R$ 20 mil, no fim de cada ano, aos policiais que mais vezes receberem as recompensas ao longo do ano.

Ainda de acordo com a lei, se a apreensão “ocorrer por trabalho em equipe, patrulha ou guarnição”, o valor da premiação será dividido em partes iguais. Além disso, não incidirá sobre o benefício os descontos obrigatórios previstos em lei.

Unanimidade – O projeto que premia os policiais pela apreensão de armas de fogo foi aprovado por unanimidade na sessão plenário desta quarta-feira da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM). O deputado Cabo Maciel lembra que milhares de armas são apreendidas e que a recompensa é um estímulo a mais aos policiais. ‘‘Ganha o policial, ganha a sociedade, que terá policiais ainda mais motivados no combate à criminalidade’’.

A líder do Governo na Casa legislativa, deputada Joana Darc, destaca o trabalho das polícias neste ano, que ampliaram os resultados, reduzindo os índices de criminalidade. ‘‘Esse é mais um projeto de acerto do Governo, e a Assembleia dá a sua contribuição, aprovando-o, de forma unânime’’.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Passeata de Nicson Marreira em Tefé foi um circo do horror protagonizado por 5 mil pessoas entre elas, muitas crianças

No sábado (24), a cidade de Tefé, distante 523km de Manaus, testemunhou um verdadeiro circ…