Governo do Amazonas e Exército comprovam cooperação para proteger a Amazônia e debatem situação da BR-319

O governador do Amazonas, Wilson Lima, recebeu o general do exército César Augusto Nardi, chefe do Comando Militar da Amazônia (CMA), para reafirmar parcerias e continuar a desenvolver ações que favorecem o estado.

Além disso, o encontro também contou a presença do chefe de Estado Maior do CMA, general Edson Skora Rosty, e o comandante da 12ª Região Militar, o general Carlos Alberto Mansur.

O encontro foi feito na última quarta-feira (16), na sede do Governo, localizado na Zona Oeste da capital. / Foto: Diego Peres/Secom.
O encontro foi feito na última quarta-feira (16), na sede do Governo, localizado na Zona Oeste da capital. / Foto: Diego Peres/Secom.

O governador identificou a importância do trabalho do exército e defendeu a continuidade da parceria com o Governo do Estado para fortalecer ações, dentre elas, a proteção da região de fronteira, recuperação de estradas e assistência à população do Amazonas em áreas mais remotas.

“O Exército tem feito um trabalho muito significativo nas fronteiras. Tem nos ajudado também em algumas outras parcerias, como o uso, por parte da nossa polícia, de alguns armamentos. O Exército também nos ajuda nos hospitais de Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira. Há alguns projetos em comum também, que são de interesse do estado, que é a pavimentação da BR-319 e também o programa Amazônia Conectada para levar internet aos municípios do Amazonas. Todos esses assuntos foram discutidos, no sentido de estreitar essas parcerias e também encontrar caminhos para que possamos fazer com que alguns desses programas sejam reativados e outros continuem acontecendo”, garantiu Wilson Lima.

Durante a reunião foi destacado o assunto sobre a situação da BR-319, Wilson Lima abordou a necessidade de pavimentar a rodovia para o melhor desenvolvimento do estado, atendendo as condicionantes ambientais feitas pelos órgãos competentes.

Em resumo, para eles, a situação da rodovia passa por duas etapas, a obra de reconstrução e as medidas para líder com o fluxo populacional, sendo também de responsabilidade de todos. As medidas incluem a conservação ambiental, saúde, educação, geração de emprego e renda e entre outros.

O governador já ressaltou que obteve conhecimento sobre o relatório parcial conclusivo das atividades do Fórum Permanente de debate sobre o processo de reabertura da BR-319. O relatório formulou dez recomendações a serem consideradas como pré-requisitos para o início do processo de recuperação.

Com informações de Assessoria.

Comentários