Governo do Amazonas pretende reduzir pena de presos que buscarem a ler a bíblia

10

Um projeto com iniciativa do Governo do Amazonas pretende reduzir em até 4 dias a pena de presidiários que buscarem a leitura de livros e bíblias dentro das penitenciárias administradas pelo Estado.

Imagem de Divulgação
Imagem de Divulgação

O programa ‚ÄėRemi√ß√£o da Pena pela Leitura‚Äô, foi oficialmente lan√ßado ontem, ter√ßa-feira (12/4), e j√° est√° sendo implementado pela Secretaria de Estado de Administra√ß√£o Penitenci√°ria do Amazonas (Seap) e pela Sociedade B√≠blica do Brasil (SBB) em tr√™s unidades prisionais de Manaus.

O projeto visa reduzir a penas através da leitura e não somente através da bíblia, mas de toda a literatura comum. Uma banca formada por professores e avaliadores da Seduc, fará a avaliação do material produzido pelos presos da Seap, em caso dos apenados optarem pela leitura religiosa, a Sociedade Bíblica do Brasil auxiliará na avaliação. As bíblias serão doadas pela sociedade bíblica.

A ideia tem base legal: a Lei no 12.433, de 29/06/2011, que disp√Ķe de remi√ß√£o de parte da pena por estudo ou trabalho. O principal objetivo do projeto √© dar oportunidade aos detentos por meio do conhecimento, educa√ß√£o, cultura e desenvolvimento da capacidade cr√≠tica por meio da leitura e da produ√ß√£o de texto, e, por conseguinte, possibilitar a remi√ß√£o pelo estudo.

Coment√°rios