Home Notícias Política Governo não presta contas de R$ 531,4 milhões do Fundeb, denuncia Serafim

Governo não presta contas de R$ 531,4 milhões do Fundeb, denuncia Serafim

3 min - tempo de leitura
9

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), não prestou contas ao Governo Federal de como utilizou R$ 531,4 milhões que recebeu do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), referente aos meses de julho a outubro deste ano.

A informação foi divulgada pelo deputado Serafim Corrêa (PSB), durante discurso no plenário da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM), na manhã desta quarta-feira (21). A principal consequência, segundo o parlamentar, é o governo estadual ficar impedido de receber recursos e contratar operações de crédito com o governo federal, o que engessaria os atos do governador eleito.

“O Governo, até agora, não prestou conta do quarto (julho e agosto) e do quinto bimestre (setembro e outubro). Então, chamo a atenção do secretário Gedeão Amorim, que é um homem experiente, que é político, para que ele cumpra com essa obrigação, pois fica muito mal essa situação tanto para o Governo do Estado quanto para o estado do Amazonas em si”, alertou Serafim.

Os dados estão disponíveis no portal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) – http://www.fnde.gov.br/fnde_sistemas/siope. Segundo o portal, no mês de julho, o estado recebeu R$ 127,4 milhões de recursos do Fundeb; em agosto R$ 136,7 milhões; em setembro R$ 134,6 milhões e em outubro R$ 132,6 milhões.

O deputado, que é líder do PSB na Casa Legislativa, avaliou que o titular da Sefaz, Alfredo Paes, também tem responsabilidade sobre a falta de transparência da aplicação dos recursos do Fundeb.

“Ao que se vê, o titular da Sefaz está guardando o dinheiro do Fundo para fazer superávit primário e fazer aquela manobra nas contas. Vai querer deixar contas empenhadas nos recursos não vinculados, onde não há fundo em caixa. O resultado disso será um processo de engessamento da próxima administração. Isso é muito grave”, analisou o parlamentar.

Serafim concluiu cobrando que o Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) fiscalize a aplicação dos recursos do Fundeb. “Eu quero cobrar daqui que o TCE se mexa, porque as coisas estão acontecendo e o Tribunal faz de conta que não está vendo nada. O deputado Sidney Leite levou situações como essa ao TCE, o procurador de Contas prometeu agir e até agora nada. Então estou cobrando daqui da tribuna”, disse.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Política

Deixe uma resposta

Leia Também

Quanto tempo levaremos até vivermos em uma sociedade sem dinheiro?

O dinheiro muitas vezes parece ser uma das únicas coisas da nossa sociedade e do nosso est…