Governo volta atrás e Policlínica Cardoso Fontes manterá os serviços

21

Na manhã de ontem (23/5), o secretário da Susam (Secretária de Estado da Saúde do Amazonas), Pedro Elias, voltou atrás e informou que a Policlínica Cardoso Fontes, referência há mais de um século no tratamento da tuberculose no Amazonas, não será mais fechada.

Pedro Elias disse que se reunirá com o governador José Melo (Pros) para apresentar um projeto de readequação da policlínica, para que a mesma possa continuar atendendo os pacientes em estado mais grave da doença.

A decisão se deu após a Associação Amazonense de Pneumologia e Cirurgia Torácica divulgar nota de repúdio na qual considerava o fechamento da policlínica “uma atitude arrogante e soberba” do governo.

As medidas de cortes anunciadas pelo governo do Estado na última sexta-feira 20/5 nas áreas da Saúde e Cultura.

Há possibilidade que novos ajustes na Saúde ocorram para suprir a necessidade da pasta.

Mudanças

SPA (Serviço de Pronto Atendimento), que devem passar a funcionar somente até às 22h, a partir de junho, deixando de ter o serviço 24h.

Sobre o aumento expressivo da demanda nos hospitais 28 de Agosto, João Lúcio e Platão Araújo, o secretario  afirmou que vai haver reforço de profissionais nas equipes médicas nestas unidades de Saúde.

Secretário estadual de Saúde (Susam), Pedro Elias de Souza
Secretário estadual de Saúde (Susam), Pedro Elias de Souza

Curte nosso conteúdo?!

Receba as notícias diretamente no seu e-mail:

Comentários