Home Notícias Manaus Grupo tenta arrecadar fundos para a criação da primeira Casa de Acolhimento LGBT em Manaus

Grupo tenta arrecadar fundos para a criação da primeira Casa de Acolhimento LGBT em Manaus

3 min - tempo de leitura
12

Em 2017, o grupo ativista Manifesta LGBT+ , que luta pela causa LGBT, sigla para Lésbicas, Gays, Bissexuais, dos Travestis, Transexuais e Transgêneros,  colocou como pauta das reuniões a criação da “Casa de Acolhimento LGBT+”, um projeto que precisa ser desenvolvido à médio prazo devido à quantidade de pessoas que nos procuram para alertar a saída involuntária de muitos jovens e adultos LGBT’s de suas casas, devido à orientação sexual ou identidade de gênero.

Casa de Acolhimento LGBT recebe doações em Manaus / Foto: Reprodução/Shutterstock
Casa de Acolhimento LGBT recebe doações em Manaus / Foto: Reprodução/Shutterstock

Dentro da comunidade LGBT+, a violência começa dentro de casa, primeiro de forma psicológica, emocional e, infelizmente, chega muitas vezes à violência física, que é o momento onde ocorre a fuga do lar em busca da sobrevivência. E nessa fuga, as vítimas passam por essa situação, buscam um abrigo cada dia num lugar diferente, chegando à haver momentos onde o único abrigo é a rua.

O modo que o grupo encontrou para essa empreitada foi o projeto da Casa de Acolhimento para as pessoas que estão em estado de vulnerabilidade e que será arrecadado através de uma “vaquinha” online.

Em entrevista ao portal ACrítica, o presidente do grupo Manifesta LGBT+, Gabriel Mota, a Casa de Acolhimento não é uma novidade no Brasil, mas será a primeira vez que Manaus terá essa iniciativa.  “Esse é um projeto que pretende mudar vidas, principalmente pelo número grande de jovens que são expulsos de suas residências. São milhares de denúncias no disque 100 só em Manaus. Temos os diversos casos de pessoas que foram agredidas e expulsas, ou até mesmo sofrem ameaças”, explicou.

O projeto da Casa de Acolhimento de Manaus está previsto para funcionar por 12 meses. De início, o projeto pretende acolher pelo menos oito pessoas que receberão todos os atendimentos necessários. “Nossa casa vai oferecer todo o serviço de amparo social, vamos abrigar as pessoas no período de três a seis meses, tempo que imaginamos ser o suficiente para a independência deles. O espaço será autogerido pelos próprios moradores da casa”, contou.

Interessados em ajudar, podem entrar em contato com o número(92) 98118-9174.

Coletivo arrecada verbas para criar casa de acolhimento a LGBT+ em Manaus / Foto: Divulgação
Coletivo arrecada verbas para criar casa de acolhimento a LGBT+ em Manaus / Foto: Divulgação

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por No Amazonas é Assim
Carregar Mais Em Manaus

Deixe uma resposta

Leia Também

Prefeitura de Barreirinha recebe automóvel para atender Educação municipal

Para atuar com eficiência no acompanhamento educacional e pedagógico dos alunos da rede mu…