Grupo terrorista Estado Isl√Ęmico faz amea√ßas a Facebook e Twitter

10

Em novo v√≠deo divulgado pelo grupo terrorista Estado Isl√Ęmico, os fundadores do Twitter, Jack Dorsey, e do Facebook, Mark Zuckerberg, s√£o os alvos de graves amea√ßas. O E.I prometem retalia√ß√£o em resposta √†s a√ß√Ķes das duas empresas para bloquear conte√ļdo terrorista nas redes sociais.
Na gravação de 25 minutos, as imagens dos dois executivos estão cravadas de balas. Os extremistas alegam ter controle sobre mais de 10.000 contas e 150 grupos no Facebook, além de 5.000 perfis no Twitter. Os terroristas prometem criar 10 contas novas para cada conta excluída e tirar do ar inteiramente as duas plataformas.

Facebook e Twitter declararam recentemente que est√£o trabalhando incessantemente para que simpatizantes do terror n√£o usem seus sites e que conte√ļdos relacionados ao terror sejam exclu√≠dos da rede. Somente o Twitter divulgou ter suspendido 125 mil contas por ‚Äúamea√ßa ou promo√ß√£o de atos terroristas, principalmente relacionados ao Estado Isl√Ęmico‚ÄĚ.

Na primeira semana de fevereiro, o Twitter anunciou que suspendeu 125.000 contas relacionadas ao terrorismo desde 2015. Um porta-voz do Twitter afirmou que a empresa não pretende se pronunciar, pois as ameaças são frequentes. O fundador do Twitter já havia sofrido ameaça desde março de 2015.

Imagem de Divulgação
Imagem de Divulgação

 

Coment√°rios