Home Notícias Polícia Guedes lança medidas para estimular a economia em tempos de Coronavírus

Guedes lança medidas para estimular a economia em tempos de Coronavírus

4 min - tempo de leitura
70

Em tempo de baixa econômica pesada devido o novo Coronavírus, o Ministro da Economia Paulo Guedes deverá divulgar nesta segunda-feira, 16, um pacote de medidas para ajudar a economia brasileira enfrentar a pandemia do novo coronavírus. São esperadas cerca de 20 ações para estimular o consumo e ajudar setores específicos.

Na quinta-feira, 12, diante do rápido avanço da doença no país, o ministro da Economia, Paulo Guedes, havia anunciado que a pasta iria preparar um conjunto de ações para reduzir o impacto da crise. De imediato, o ministro divulgou a liberação de 23 bilhões de reais para a antecipação do pagamento, em abril, da parcela de 50% do 13º salário de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS).

Também foram antecipadas na sexta-feira, 13, outras ações, como a isenção de tarifa de importação de produtos médicos e hospitalares e uma possível liberação de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Entre as medidas esperadas estão o estímulo ao setor da construção civil, linhas de crédito para empresa ligado ao turismo e um socorro a companhias aéreas.

A crise do coronavírus chegou ao país num momento em que a economia, que cresceu apenas 1,1% em 2019, ainda tentava timidamente acelerar. Nesta semana, o Comitê de Política Monetária do Banco Central se reúne para arbitrar a taxa básica de juros. É quase certo que novos cortes venham por aí.

Paulo Guedes: ministro vem sendo pressionado a anunciar medidas para proteger a economia do coronavírus (José Cruz/Agência Brasil)
Paulo Guedes: ministro vem sendo pressionado a anunciar medidas para proteger a economia do coronavírus (José Cruz/Agência Brasil)

13 mar 2020 – 08h03

O impacto do coronavírus na economia global tem suscitado estímulos dos governos em todo o mundo. No domingo, 15, o Federal Reserve, o banco central americano, anunciou um novo corte de um ponto percentual na taxa de juros dos Estados Unidos, menos de duas semanas depois do corte anterior. Agora, a taxa americana ficou entre zero e 0,25%. No começo de março, a taxa já havia sido reduzida de forme emergencial em meio ponto percentual, ficando entre 1% e 1,25%.

A União Europeia também liberou 37 bilhões de euros nos últimos dias para financiar medidas urgentes de combate ao novo coronavírus e remediar o custo econômico da crise para empresas e trabalhadores. O governo italiano também deve anunciar nesta segunda-feira pacote de 28 bilhões de euros.

Já o banco central japonês afirmou que fornecerá liquidez aos mercados financeiros por meio de compras de títulos soberanos de cinco e dez anos no valor quase 2 bilhões de dólares, além de uma injeção de quase 14 bilhões de dólares em linhas de crédito. A China, onde o coronavírus começou, investiu quase 16 bilhões de dólares no combate à pandemia e vem incentivando bancos locais a emprestar dinheiro barato.

A corrida para tentar salvar a economia global dos impactos do coronavírus parece estar só começando.

Carregar Mais Matérias Relacionadas
Carregar Mais Por Marcus Pessoa
Carregar Mais Em Polícia

Deixe uma resposta

Leia Também

Amazonenses podem participar de Hackathon da NASA, maior competição global de programação; as inscrições estão abertas

Considerada a maior competição global de programação, a nova edição do hackathon ‘Na…