Guerra entre facções resulta em mais de 100 de mortes em Manaus, SSP-AM diz que está tudo sob controle

133

Uma onda de mortes têm assustado a população manauara nas últimas semanas. Em menos de nove horas, doze pessoas foram assassinadas e um confronto, durante uma tentativa de fuga de presos, deixou um saldo de 20 pessoas mortas.

Menos de 24 horas após o confronto de bandidos com a PM, que resultou na morte de cinco homens, autoridades da segurança pública do Amazonas afirmam que situação em Manaus está sob controle, a declaração foi dada na noite dessa sexta-feira (27/7) durante uma coletiva de imprensa.

Guerra entre facções resulta em mais de 100 de mortes em Manaus, SSP-AM diz que está tudo sob controle - Imagem: Divulgação
Guerra entre facções resulta em mais de 100 de mortes em Manaus, SSP-AM diz que está tudo sob controle – Imagem: Divulgação

Mesmo com o aumento na criminalidade, o secretário de Segurança Pública, coronel da polícia militar Anézio Paiva, afirmou, que a polícia tem o controle da situação. “ As forças de segurança estão trabalhando para combater a criminalidade”, disse o pm.

O coronel negou haver um crescimento brusco nos casos de casos de homicídios. “Falar que houve uma explosão de homicídios em Manaus é uma inverdade”, afirmou Anézio.

Só nesse mês, 112 assassinatos foram registrados em Manaus, os dados são do Tribunal de Justiça do Amazonas, mortes são violentas e com características de execução.

Porém, contrariando os números, a Secretaria de Segurança do Amazonas informa que foram somente 88 homicídios em julho, sendo eles: cinco foram latrocínios e 11 mortes por intervenções policiais.

“Noventa por cento dos crimes em Manaus são características de execução. É semelhante a um crime passional. A ostensividade da PM vai evitar que um crime seja praticado em determinada hora, mas, em outra oportunidade, poderá ocorrer”, disse o comandante da PM, coronel David Brandão.

A polícia tem atuado de forma ostensiva para amenizar as ocorrências de assassinatos na cidade, a intenção é tranquilizar a sociedade, afirmaram as autoridades de segurança.

Ultimamente a cidade de Manaus tem virado notícia nos telejornais do Brasil pelo aumento de casos de homicídio e guerra entre facções. Um fato que gerou repercussão foi dos agentes de saúde da Campanha de Vacinação Emergencial contra o Sarampo, que foram impedidos por traficantes de aplicar doses da vacina no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus. Duas vias da foram obstruídas por traficantes, impedindo o acesso dos agentes de imunização até as residências. A varredura vacinal foi comprometida, encerrando antes do horário previsto.

Comentários